Melhor lenha para lareira: saiba escolher

Compartilhar:


Reunir a família em volta da lareira é uma das práticas mais prazerosas em uma noite gelada. Para os marinheiros de primeira viagem, no entanto, a atividade pode representar perigo. Afinal, estes nem sempre conhecem a melhor lenha para lareira e acabam se expondo à uma fumaça tóxica e a perigos de acidentes com fagulhas e até incêndio.

O mercado de lenhas oferece diversas opções. De maneira geral, cada uma delas cumpre funções específicas na hora de acender e manter o fogo.

Na maioria das situações, aliás, especialistas recomendam a combinação de diferentes tipos a fim propiciar o melhor desempenho possível de acordo com a necessidade do usuário.

Parece difícil? Mantenha a calma! Ao ler este artigo até o final, você estará pronto para escolher a melhor lenha para lareira.

É preciso saber diferenciar as madeiras de alta e baixa intensidade na hora de escolher a melhor lenha para lareira

O que dá mais trabalho quando o assunto é lareira: acender o fogo ou mantê-lo aceso? Nenhum dos dois! Sabendo escolher a madeira correta, ambas as tarefas se tornam fáceis e prazerosas.

Uma das principais diferenças entre as diversas lenhas disponíveis no mercado diz respeito às suas densidades.

Para saber escolher a melhor opção, é preciso saber que a lenha para lareira de alta intensidade tende a produzir mais calor e render mais. Em contrapartida, elas acabam sendo mais trabalhosas de se acender.

A este grupo estão incluídas madeiras como o carvalho, o sobreiro, o eucalipto e o azinho.

Já o campo das lenhas de menor densidade contempla madeiras cujo o acendimento é mais veloz, mas que acabam sendo consumidas com mais facilidade.

Neste segundo grupo, a castanheira, o choupo, o pinheiro e o abeto são alguns dos principais destaques.

Mas como então saber escolher a melhor lenha para lareira, já que cada uma delas possui seus pontos negativos e positivos?

Segundo os especialistas no tema, o ideal é combinar os dois tipos. As lenhas de alta densidade formam uma cama por debaixo, enquanto as de baixa intensidade ficam por cima. Desta maneira, o fogo se alastrará rapidamente pelas segundas e irá, aos poucos, acender as lenhas da parte inferior, garantindo a durabilidade do calor.

Cuidados com a saúde e o meio ambiente também pesam na escolha da madeira para lareira

As discussões em torno da sustentabilidade estão cada vez mais em destaque na sociedade atual. Neste contexto, esta temática já começa também a ganhar protagonismo na escolha da melhor lenha para lareira.

Assim, especialistas têm demonstrado cada vez mais restrições à utilização de madeiras das árvores coníferas. Isso porque elas tendem a produzir mais fagulhas e uma quantidade grande de monóxido de carbono.

Em contraste a essa contraindicação, a inovadora ‘lenha ecológica’ tem ganhado espaço. Isso porque ela se constitui em uma espécie de madeira reciclada, feita a partir da serragem de lenhas derivadas da produção de cabos para ferramentas, bem como de cascas de amendoim, arroz, resíduos de eucalipto e bagaço de cana.

Ainda no campo da ecologia, a utilização de madeiras de lei também ganha suporte.

Já que lenhas extraídas de árvores como nogueira, bordo, carvalho, amieiro e cedro costumam produzir uma fumaça menos tóxica quando queimadas.

Quer saber mais sobre temas relacionados à casa e jardinagem? Acompanhe o blog da Cobasi:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário