Raças de cachorro: tudo o que você precisa saber

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
raça de cachorro Yorkshire Terrier

Está pensando em criar um cãozinho? Listamos tudo que você precisa saber sobre raças de cachorro e todas as características. Confira!

Dizem que os cachorros são os nossos melhores amigos e muitos tutores concordam. Eles dão um movimento diferente à casa e também alegram os nossos dias com suas brincadeiras. Além de muito companheiros, os cachorros criam um elo de sentimentos e até parece que sentem a mesma coisa que nós.

Embora seja muito fácil se apaixonar por um cachorrinho, é extremamente importante levar em consideração o comportamento do animal e entender se a raça do cachorro é ideal para a sua casa ou não. Afinal, se for uma raça de cachorro muito agitada, o pet pode ficar desconfortável dentro de um apartamento pequeno.

Para evitar dúvidas, veja algumas raças de cachorro e suas características!

Raça de cachorro pequeno

As raças de cachorros pequenos podem ser ideais para aqueles que não possuem muito espaço em casa ou moram em apartamentos pequenos. Alguns tutores apontam que em termos financeiros também é mais fácil de manter, por ser mais barato no momento de tosa e por comerem ração proporcionalmente ao tamanho.

Por falar em economia, o consumo do tapete higiênico também é mais demorado pela quantidade de xixi ser menor, os medicamentos são indicados pelo peso do animal e as caminhas ocupam menos espaço. Ainda por serem menores, é possível viajar com o bichinho na cabine do avião, o que facilita muito levá-lo para todo canto e curtirem ainda mais momentos juntos.

Além disso, a expectativa de vida desses cachorros pequenos é maior. A ciência ainda não chegou à uma explicação concreta, mas acredita-se que os cachorros de porte maior são mais suscetíveis às doenças de velhice, por estressar o organismo durante o processo de crescimento.

No tentando, nem todo cachorro pequeno é adequado para vida em apartamento. O que realmente vale é o comportamento do animal e a rotina do tutor. Se o pet é agitado, ele precisa de uma rotina intensa de passeios e atividades físicas para gastar energia e ficar bem dentro de casa. Isso vale para cães de todos os portes!

Veja alguns cuidados especiais para o pequeno:

Treinamento para cachorros de pequeno porte

As raças pequenas são conhecidas por comportamentos indesejados. No entanto, isso é mais um mito relacionado ao porte dos animais! Não existe nenhuma relação entre o tamanho do cachorro e seu comportamento. Na verdade, tudo é resultado da conduta dos tutores e, mais uma vez, da rotina. Ou seja, não são características naturais desse tipo de cachorro.

Para eles, o mais indicado é o treinamento com reforço positivo, quando você premia os comportamentos corretos com petiscos e carinhos. Além disso, comportamentos indesejados muitas vezes estão associados ao estresse gerado por passear pouco na rua, não ter uma rotina de exercícios, ficar muito tempo sozinho, entre outros problemas diretamente ligados à rotina do tutor. Revise e adapte sua rotina para oferecer sempre o melhor para seu pet e ter um cachorro relaxado e feliz!

Cachorros menores são mais frágeis

Os ossos dos cachorros pequenos são mais frágeis. Se atente na hora do passeio e evite principalmente dar trancos com a guia e coleira no animal. Não se esqueça também de proporcionar brincadeiras de acordo com a força física do cachorro e não exigir demais.

Evite ficar com o cachorro pequeno no colo

Nós sabemos que os cachorros pequenos são extremamente fofos, mas evite ficar com eles o tempo todo no colo. Isso pode ocasionar problemas na coluna dele, além de estimular o comportamento inapropriado. Mais uma vez: no geral, comportamentos indesejados são estimulados pelos tutores.

Assim como os cães grandes, os pets pequenos também precisam fazer exercício. Além de proporcionar bem-estar, passear andando na rua e brincar dentro de casa são exercícios que fortalecem os músculos e tornam esses pequenos menos frágeis.

Raças de pequeno porte sentem mais frio

Esses pequenos são mais sensíveis às temperaturas. No inverno, você pode optar pelo uso de mantas e roupas, principalmente durante os passeios. Já no verão, deixe-o em ambiente ventilados e frescos e não se esqueça de muita água.

Passeie com o seu cachorro

O passeio é uma necessidade de todos, sobretudo os que moram em apartamentos. Ficar preso pode causar depressão e comportamento destruidor no cãozinho. Por isso, o passeio é livre e extremamente indicado.

A hora do passeio é o momento em que seu pet faz exercício físico aumentando a longevidade e fortalecendo a musculatura. Também é o momento de relaxar, ver outros cães e pessoas, sentir cheios e viver experiências. Não tem tempo de passear todos os dias com seu pet? Contrate um passeador – também chamado de dog walker – ou deixe-o em uma creche para cachorros. Quando uma pessoa se torna tutora de uma animal, ela também fica responsável por sua saúde e bem-estar.

Principais raças de cachorro pequeno

Lhasa Apso deitado
O Lhasa Apso é uma raça que exige passeios diários e cuidados com a pelagem.

Pequenos e encantadores, as raças de cachorros pequenos mais conhecidas são:

Raças de cachorro grande

Antigamente conhecidos como cães de guarda, hoje as raças de cachorros grande são a alegria de toda casa.

Tudo bem que muitas vezes o tamanho avantajado faz com que eles sejam mais desengonçados, entretanto a parte boa é que suportam carinhos ainda mais fortes, afinal dá muita vontade de apertar, né?

Os cães grandes costumam impor mais respeito e garantir a segurança. Um ponto positivo é a facilidade em treiná-los, por serem extremamente obedientes e espertos. Essa característica positiva normalmente vem de seus ancestrais que eram cães de serviço, como pastoreio, guarda e proteção. Companheiros dos atletas, os cachorros de maior porte adoram exercícios e estimulam a vida saudável dos tutores.

Mas, e o comportamento dos cachorros grandes? Assim como nos cães pequenos, o comportamento varia muito! Existem cachorros grandes extremamente calmos que podem viver em apartamentos pequenos e aqueles que necessitam de muito espaço para gastar energia. Além disso, a rotina do tutor também é muito importante para definir o que o cãozinho precisa para viver bem. Cães mais agitados e jovens exigem mais passeios e uma rotina de atividades mais intensas. Aqueles calmos podem ter uma vida mais pacata e passear apenas uma vez ao dia. Isso vale para todos os tamanhos de cães!

Adestramento de cachorros grandes

O adestramento é uma técnica excelente para a boa convivência com o cachorro. Facilita nos passeios, para o próprio controle do cão ou para quando ele quer perseguir algo. O bom desse tipo de treinamento é que possibilita exercitar o animal, queimando a sua energia e evitando lesões dentro de casa.

Realizar treinamentos é ainda mais importante em cães de grande porte. Comportamentos indesejados como puxar nos passeios na rua, pular quando o tutor chega em casa ou não respeitar o comando de “fica” são maximizados quando os cães são grandes. Por isso, especialistas indicam o adestramento!

Banho em cachorros grandes

Se você mora em casa com quintal, será fácil dar banho em seu amigão. O primeiro passo é mantê-lo preso, restringindo a movimentação dele e facilitando o seu trabalho.

Procure ter todo o material, como shampoo e toalha, por perto e após todo o procedimento, dê brinquedos para ele brincar em forma de agradecimento. Prefere levar seu pet para tomar banho em um pet shop? Aproveite toda a comodidade da SPet, parceiros da Cobasi nos cuidados com seu cachorro.

Principais raças de cachorro grande

cachorro da raça Cane Corso
O cachorro da raça Cane Corso é porte gigante, ultrapassando os 60kg.

Cães grandes são lindos e ótimos para apertar, não é? Eles também podem viver muito bem em apartamentos. Com a ampliação do conhecimento e desmistificação de mitos em relação ao tamanho dos cachorros, eles fazem cada vez mais sucesso e têm ganhado mais espaço nos lares dos brasileiros. Confira as principais raças de cachorro grande:

Raça de cachorro peludo

As raças de cachorro peludo não são um desafio. Além de muito lindo, o cão peludo é um sucesso durante os passeios!

Você sabia que diferente do mito que cachorros peludos dão mais trabalho, eles podem ser até mais fáceis do que os de pelagem curta? É possível dizer que pelos longos caem menos que os curtos. Isso mesmo! Essa afirmação é verdadeira porque quando o pelo longo se solta, ele fica preso na pelagem e pode ser removida com escovação.

Fuja do mito e crie um amigo peludão. Eles são especiais!

Principais raças de cachorro peludo

Adora cães de pelagem longa? Então confira as principais raças de cachorro peludo:

Sejam grandes ou pequenos, peludos ou não, esses bichinhos são encantadores e eternos companheiros.

 Novamente entender suas principais características para saber qual raça escolher, é um gesto de carinho, que vai ajudar muito na relação e na saúde mental do cachorro.

Alguns cuidados como alimentação, tosa, uso de brinquedos e reforço positivo, são essenciais para qualquer porte.

Aos tutores, principalmente os que moram sozinhos ou têm crianças em casa, a energia do lar mudará, pois é um sentimento de cuidado mútuo. A decisão de criar um novo membro é muito importante e também muito compensadora. Aproveite e divirta-se!

cachorro da raça Pitbull
Atlético, esse pet exige passeios e exercícios físicos para viver bem em apartamentos pequenos.

Que tal conferir mais informações sobre cuidados com cachorros de todas as raças e portes? Confira nossa seleção especial de posts!

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário