Cachorro: tudo o que você precisa saber antes de ter um novo pet

20 de julho de 2020

Cachorros
cachorro Boston Terrier

Pensando em ter um novo cachorro em casa e está com dúvidas? A Cobasi separou as melhores dicas sobre ter um pet em casa. Reunimos as principais preocupações dos novos tutores e fizemos um manual de tudo que você precisa saber para ter e cuidar bem de um cachorro. Continue a leitura e aproveite!

Ração para cachorro: como comprar?

A ração seca é a principal fonte de nutrientes para o seu cãozinho. Mais importante do que escolher a ração por marcas, é levar em consideração o porte do cachorro e também a sua idade. Em cada fase da vida, o organismo do pet necessita de diferentes nutrientes e a ração deve ser modificada. 

Filhotes e cadelas amamentando necessitam de mais energia, muito diferente dos idosos e por isso precisam de rações diferentes. Os alimentos para filhotes podem ser oferecidos para pets com até 1 ano de idade. Após isso, substitua por ração para adultos. A partir dos 7 anos, o animal já pode iniciar a alimentação sênior, indicada para dar longevidade e qualidade de vida ao cãozinho.

Cada ração para cachorro também é desenvolvida de acordo com o porte. Raças grandes, por exemplo, precisam de um reforço para os músculos e ossos. De qualquer forma, a ração deve ser escolhida de acordo com a qualidade. Os alimentos Super Premium oferecem ingredientes selecionados, alta concentração de proteína de origem animal e suplementação direcionada para cada pet. Elas ainda possuem ótimo custo-benefício, pois cuidam da saúde do cachorro.

Ração Super Premium: quais são as diferenças e vantagens?

Ração escolhida, mas como oferecer para o cãozinho? A quantidade varia de acordo com o peso e o nível de exercícios físicos do animal. Verifique na embalagem qual a porção adequada e não exceda a quantidade. Ao comer demais, animais podem ficar obesos, aumentando a tendência para diversas doenças.

Cuidados com a alimentação do pet

Ração para cachorro

Seu cachorro sentado ao lado da mesa fazendo a expressão mais fofa possível para ganhar um pedacinho do seu lanche. Quem nunca passou por isso? O problema é que nossos alimentos são produzidos com temperos e ingredientes que podem fazer mal e até intoxicar gravemente os cães.

O chocolate, por exemplo, é extremamente prejudicial ao cachorro e independente do tamanho do animal. O alimento apresenta um componente tóxico chamado Teobromina, que é facilmente metabolizado por humanos, mas nos cães é tóxico e pode levar à óbito.

Confira a lista de alimentos proibidos para cachorro.

No entanto, não dar nossos alimentos também não é uma desculpa para não agradar seu pet. Ofereça petiscos para cachorro e mantenha seu pet feliz e saudável!

Vai passear? Não esqueça a plaquinha de identificação

Os passeios são fundamentais para a saúde e o bem-estar dos pets. Tanto cães grandes, como Labrador, Chow Chow ou o cachorro Golden Retriever, quanto cachorro pequenos, como Pincher e Shi Tzu precisam sair na rua. O passeio é o momento para o cachorro fazer exercício físico e gastar energia, mas também ver pessoas e outros animais, sentir cheios e vivenciar novas experiências. Cães que não saem na rua podem ficar estressados.

A hora do passeio é muito importante para o pet e deve ter toda a atenção do tutor. Por isso, utilize sempre a plaquinha de identificação no seu pet. É muito comum o cachorro querer explorar o ambiente e para evitar futuras dores de cabeça, coloque sempre uma plaquinha com informações do tutor no pescoço do cachorro. Assim, caso ele consiga escapar da coleira, quem achá-lo consegue entrar em contato com você imediatamente. 

Além da plaquinha de identificação, o passeio só é seguro com guia, coleira ou peitoral de qualidade e no tamanho adequados. Nunca saia na rua sem esses itens! Para completar, não esqueça os saquinhos higiênicos. Responsabilidade com seu cachorro e com a sociedade.

Aposte nos tapetes higiênicos para cachorro

Os tapetes higiênicos ou fraldas para cachorros são ótimas opções para quem quer mais praticidade com a higiene do animal. Além disso, eles também evitam o mau cheiro pela casa. Os tapetes higiênicos descartáveis proporcionam mais comodidade ao dono e maior conforto ao pet. Ainda existem o tapetes higiênicos laváveis e os banheiros higiênicos.

Acha que seu cachorro não vai se adaptar à novidade? Alguns produtos incentivam o cãozinho a fazer xixi no lugar que você deseja com odores imperceptíveis para nós, mas atrativos para o pet. Eles também possuem substâncias que amenizam o odor de urina e fezes dentro de casa.

Saiba como ensinar seu cachorro a fazer xixi no lugar certo.

Sono do pet: evite problemas para dormir

cachorro deitado na caminha

Para que o seu cãozinho não tenha dificuldades para dormir, é necessário que a cama seja compatível com as suas necessidades e porte. Além disso, o jeito como seu bichinho dorme é um fator crucial durante essa escolha. 

Seu cachorro gosta de dormir espalhado? Aposte em uma cama grande e confortável, como uma almofada. Se ele prefere se aconchegar ou dormir enroladinho, as caminhas com encostos ao redor serão boas opções.

O cachorro Pug possui porte pequeno e se dá muito bem caminhas para cachorro ou almofadas. Alguns pets têm mais calor e podem até preferir colchões mais finos e próximos ao chão. Já cães de grande porte podem se acomodar melhor nas camas suspensa devido ao peso.

Quer agradar seu cão que adora dormir coberto ou escondido? Ele vai adorar as tocas ou casinhas para cachorro. Veja mais dicas sobre como escolher a caminha ideal para seu pet.

Cachorro se coçando demais? Investigue!

Quando não cuidamos da saúde do cachorro, é muito comum que ele volte dos passeios com coceiras. Diferente do que muitas pessoas pensam, as pulgas e carrapatos não são inofensivas e podem causar alergias graves ao pet e até doenças.

Saiba mais sobre a Doença do Carrapato.

Existem diferentes tipos de antipulgas e vermífugos e uma forma de escolher o ideal para seu pet é analisando seu comportamento. Cães que não conseguem engolir comprimidos podem se beneficiar das coleiras antipulgas e das pipetas. Já aqueles que se incomodam com a administração de medicamentos, podem usar os comprimidos mastigáveis e palatáveis.

Além do método de administração, avalie sempre se o medicamento é o ideal para o peso e a idade do seu animal. Doses muito altas podem intoxicar seu bichinho. Consulte sempre um médico veterinário.

Um especialista também poderá orientar sobre a prevenção de outras doenças importantes, que é feita pode meio das vacinas anuais. A Antirrábica imuniza seu pet contra a Raiva, uma zoonose. Já a Polivalente, também chamada de V8 ou V10, previne contra Cinomose, Parvovirose, Leptospirose e outras doenças que podem levar à óbito. Ainda existem vacinas para verminoses e outras doenças, como gripes.

Doenças de cachorro se manifestam através do comportamento

É muito comum acharmos que o pet precisa ser adestrado devido ao mau comportamento. O que nós não entendemos é que muitas vezes o cãozinho pode estar transmitindo algum sinal de incômodo. Quando estão doentes, os sintomas físicos dos cães muitas vezes são transmitidos através de mudanças comportamentais, como prostração, falta de apetite, latidos excessivos, entre outros.

Um dos sinais que deve servir de alerta é correr atrás do próprio rabo. A cena pode ser engraçada e parece uma brincadeira. No entanto, quando o comportamento é frequente pode ser um sinal de epilepsia ou distúrbios neurológicos. Fique atento e leve seu companheiro regularmente ao veterinário!

Qual raça de cachorro escolher para apartamento?

cão com toalha

Existem diversas raças de cachorro que podem ser criadas em apartamentos. O cachorro salsicha, por exemplo, é muito escolhido entre os novos tutores que moram em apartamento. Além de companheiros, são curiosos, e capazes de passar horas entretido buscando algo para farejar. O cachorro da raça labrador é outro muito popular entre os brasileiros. Sua docilidade e companheirismo são as marcas registradas.

O que essas duas raças têm em comum? Muito pouco! E mesmo assim, as duas podem ser criadas em apartamento. O segredo para ter qualquer cachorro em apartamento é adaptar sua rotina de acordo com o comportamento e as necessidades do pet. Cães mais agitados precisam de atividade física mais intensa, já aqueles mais calmos exigem menos passeios e brincadeiras com seus tutores.

Saiba como ter um cachorro em apartamento com saúde e bem-estar.

Cuidados antes de escolher seu pet

Além de alguns cuidados que são gerais para todas as raças de cachorro é importante levar em consideração, antes de adotar ou comprar um animal, o seu comportamento. A partir disso, você poderá avaliar se o animal combina com sua rotina.

A escolha não deve ser baseada apenas em cachorros fofos e sim no comportamento e nas necessidades do animal. Por exemplo, se você trabalha fora o dia todo, precisa de um cachorro que consiga ficar sozinho em casa sem se sentir deprimido. Escolha uma raça mais calma, adote um animal idoso ou ainda opte pode deixa-lo em uma creche ou escolinha quando sair. O segredo é o planejamento antes de ter um cãozinho.


É importante entender que o pet é um novo membro e também tem suas necessidades de carinho e atenção.

Criatividade no nome para cachorro

Escolher o nome para cachorro nem sempre é uma tarefa fácil. Por isso separamos algumas dicas para guiar você. Evite nomes muito longos ou complexos, pois são de difícil entendimento do bichinho. Quer deixar o nome ainda mais fácil para o pet memorizar? Nomes com vogais no final ou então com consoantes fortes ajudam a chamar a atenção do cachorro.

Ainda não decidiu? Separamos uma lista com 1000 nomes de cachorro cachorro para ajudar você!

Ter um novo cachorro em casa é uma decisão muito importante. Após pesquisar sobre o comportamento do animal, repense sua rotina com o novo membro da família. Quando o novo pet chegar invista na saúde e itens para garantir a segurança e o conforto dele. Mas, acima de tudo, aproveite muito seu cachorro. É uma grande companhia!

Quer saber mais sobre os cuidados com cachorro? Separamos alguns posts para você: