Conheça os animais sagrados do Egito

Compartilhar:


Animais sagrados no egito

Os animais sagrados do Egito eram a representação dos deuses. Os egípcios acreditavam que esses animais tinham poderes especiais e eles eram venerados em templos

A civilização egípcia acreditava que, ao agradar esses animais, os deuses se sentiam agradecidos e atendiam às suas preces. 

Os egípcios eram politeístas e acreditavam em uma grande quantidade de deuses. Essas entidades eram retratadas nos templos em formas de hieróglifos. Além disso, cada cidade tinha um animal sagrado que a representava.

Conheça 5 animais sagrados do Egito

Apesar de os animais serem considerados deuses no Egito, nem sempre eles eram tão adorados assim

Alguns desses bichos eram criados especialmente para serem sacrificados, mumificados ou vendidos a pessoas que faziam peregrinações aos templos. Ao mesmo tempo, outros animais eram mantidos em reinos e palácios

Alguns animais não podiam ser vendidos nem trocados, e apenas pessoas importantes do Egito poderiam tê-los. Conheça abaixo alguns animais considerados sagrados.

Gato

Certamente o gato é um dos animais sagrados mais conhecidos e mais adorados, afinal, ele aparece em muitas artes egípcias, e não é para menos! O gato era a representação zoomórfica da deusa Bastet, uma divindade solar conhecida por ser a deusa da fertilidade e protetora das mulheres. 

Cachorro

Outro animal muito famoso nas pinturas e esculturas é o cachorro – a representação zoomórfica de Anúbis, o deus da morte. De acordo com a mitologia egípcia, Anúbis era o responsável por guiar as almas para o céu. Além disso, ele era o guardião das múmias, dos túmulos e cemitérios, por isso, encontrar um cão com corpo de humano desenhado nos sarcófagos não é nada incomum. 

Muitas vezes Anúbis é representado próximo a uma balança, isso porque, segundo a lenda, ele era o responsável por pesar o coração dos mortos contra a Pena da Verdade. 

Se o coração e a pena tivessem o mesmo peso, a alma era considerada boa e seguia para o paraíso; caso a alma fosse mais pesada, a deusa Ammut lhe comia o coração. 

Falcão

Esse animal está relacionado à figura de Hórus, o deus criador da civilização e mediador dos mundos. Filho de Ísis e Osíris, Hórus representa a realeza, o poder, e era encarregado de garantir os nascimentos

Porco

O porco representa Seth, deus das tempestades. De acordo com a lenda, Seth assumiu a forma de um porco, cegou Hórus e desapareceu. No entanto, os olhos de Hórus representavam o Sol e a Lua, o que explica o eclipse solar para os egípcios

A figura feminina, a porca, era a representação da deusa Nut, representando o céu. Essa deusa pode surgir na forma de uma mulher ou de uma vaca. Em muitas representações de imagens sobre túmulos, o corpo de Nut simboliza os pontos cardeais, curvando-se sobre a terra. 

Crocodilo

Para alguns, morrer pelas mandíbulas de um crocodilo era considerado uma honra, afinal, esse réptil representava o deus Sobek, protetor dos faraós. Naquela época, era comum ter um crocodilo em casa como animal de estimação e veneração.

Até hoje Sobek é ligado ao culto ao Rio Nilo, e alguns pescadores fazem rituais antes de pescar para evitar encontrar um crocodilo à sua frente. Além disso, Sobek também possui representações negativas. 

Em uma das lendas, Sobek possui relação com a morte e o enterramento, além de ser ligado ao terror e aniquilamento

Gostou de conhecer mais sobre os animais sagrados do Egito? Acesse nosso blog e leia mais sobre animais: 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Ana Julia Dalmoro disse:

    Gostei muito, pois vou fazer um trabalho sobre isto… e não estava achando mais completo como este!

Deixe o seu comentário