Comfortis é bom para eliminar pulgas?

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

As pulgas transformam a vida de pets e tutores em um tormento: muita coceira, machucados, risco de doenças e alergias. O antipulgas Comfortis é bom para acabar com esses parasitas e manter cães e gatos livres desse mal.

No entanto, se o medicamento for usado de forma errada, ele se torna ineficaz e pode ser até perigoso para os pets. Continue a leitura e saiba como administrar Comfortis para o seu cachorro.

Comfortis é bom!

Que o Comfortis é bom, acho que já entendemos, mas o quanto ele funciona para o tratamento de infestações de pulgas? O medicamento possui ação rápida e prolongada, protegendo o pet por 30 dias. Dessa forma, é necessário administrá-lo novamente todos os meses.

Se o antipulgas não for dado novamente ao cachorro ou ao gato após 30 dias da primeira dose, a proteção diminui e o pet pode ser novamente infestado por parasitas.

Além de agir rápido e proteger o pet durante todo o mês, o Comfortis é bom para cães e gatos que não aceitam medicamentos facilmente. O comprimido mastigável é fácil de administrar e alguns animais até curtem o momento!

Produzido pela Elanco, multinacional de saúde e nutrição animal, o antipulgas possui o spinosad como princípio ativo, um inseticida produzido a partir da bacteriana Saccharopolyspora spinosa. Sua ação é inovadora já que age nas terminações nervosas da pulga, eliminando-a do pet em poucos minutos. Em apenas 30 minutos a infestação começa a diminuir e seu pet já sente os benefícios.

Quando usar Comfortis no meu pet?

O Comfortis pode ser usado em cães e gatos adultos. Ele pode ser usado por animais que tomam banho toda semana e também para aqueles que adoram nadar na piscina ou fazem fisioterapia na água. Resistente, o medicamento não sai com água e sabão!

Além disso, você pode escovar o pet sem riscos, pois a atividade não atrapalha a eficácia do remédio para pulgas.

O primeiro passo para usar o Comfortis no seu pet, é comprar o antipulgas na dosagem adequada:

Usar a dose correta é muito importante para evitar intoxicações ou subdoses, tornando o tratamento ineficaz. Após escolher a versão adequada, ofereça um comprimido como um petisco. Ele vai adorar!

Pronto! Fácil assim! Seu cachorro ou gato já está protegido contra as temidas pulgas!

Quer saber mais sobre como combater pulgas? Veja outros posts no nosso blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário