Gato espirrando: Possíveis causas e como resolver

Compartilhar:


gato espirrando

Com exceção dos miados, os gatos costumam ser animais silenciosos. Entretanto, você sabe que ele pode estar confortável se estiver ronronando. Agora, e se o pet estiver espirrando?

Antes de tudo, se o espirro do gato for algo que acontece raramente, algo como uma poeira ou pelo deve ter entrado pelo nariz do pet. Entretanto, se o seu gato está espirrando com frequência, esse é um sinal de alerta que não está tudo bem com ele.

Quando o espirro é um sinal de alerta?

Se o seu gato espirra frequentemente, é preciso que você esteja atento para outros sintomas que acompanham o espirro.

Observe se o seu pet apresenta problemas no nariz como corrimento e excesso de mucosas nasais. Saiba que o sangramento nessa região é algo para se preocupar. Por isso, se junto a esses sintomas aparecerem problemas de respiração como tosse, falta de ar e olhos lacrimejando, procure um médico veterinário. 

 Fraqueza, febre e perda rápida de peso também são sinais que seu gato está com algo além de um certo incômodo no nariz.

Motivos que deixam o gato espirrando

Assim como os seres humanos, os gatos também podem espirrar por diferentes motivos. Alguns deles podem ser por fatores externos e outros por fatores internos como a gripe. Por isso, caso o ambiente que seu gato frequenta tenha muita sujeira como poeira e pelos, até mesmo pólen, saiba que isso pode estar causando os espirros no seu pet.

Com o acúmulo dessas substâncias e excesso de mucosas nasais, o espirro do gato acaba sendo uma resposta do animal para tentar retirar essa sujeira.

A reação alérgica também é outro fator que pode causar os espirros no seu gato. Entretanto, ela pode se manifestar por diferentes razões. Caso seu gato seja alérgico a algum componente presente na ração, por substâncias de produtos de limpeza, a alergia irá afetar o seu pet.

Como alguns gatos são criados em um espaço aberto e podem ter contatos com outros animais, é importante também ter atenção a doenças infecciosas. Elas também podem causar os espirros no seu pet.

Doenças causadas por vírus, bactérias e fungos são as principais que afetam os gatos. 

Uma dessas doenças é a rinotraqueíte felina. Quando o gato contrai ela, as mucosas do sistema respiratório dele começam a inflamar. Além disso, o animal começa a espirrar constantemente e o nariz passa a escorrer.

Saiba que filhotes também podem espirrar. A rinotraqueíte normalmente se manifesta em filhotes que têm entre 6 a 12 semanas. Como são muito novos, os gatos não possuem um sistema imunológico bem desenvolvido, o que os deixa vulneráveis a essa doença. 

O déficit de nutrientes e má alimentação também podem causar os espirros do seu pet. Caso ele não esteja se alimentando de forma correta, o sistema imunológico começa a ficar debilitado, o deixando mais suscetível a contrair doenças. 

O que fazer se o gato estiver espirrando

gato espirrando

Bom, se seu felino manifesta esse sintoma a todo momento, é importante que você tome alguns cuidados em relação a ele. Não deixe que seu gato tenha contato com outros animais. Sem saber a causa, você pode acabar fazendo com que ele contamine outros pets.

Também é importante que você procure ajuda de um médico veterinário. Com os exames e tratamentos corretos, será mais fácil identificar a causa dos espirros em seu gato e como acabar com eles.

Como tutor de um pet, é bom começar a reparar no ambiente que seu gato frequenta. Por isso, limpe a cama do seu pet para que não haja excesso de pelos e sujeiras e se ele for alérgico a pólen, não deixe flores e plantas perto dele. Lave frequentemente os comedouros e bebedouros do seu amigo.

Se possível, utilize produtos de limpeza que sejam indicados para pets. Diferentes dos convencionais, esses produtos são feitos com substância que não afetam o olfato dos animais.

Caso os espirros do seu gato sejam causados pelo déficit de nutrientes, fique de olho na alimentação. Se for necessário, forneça ao seu pet ração e vitaminas para repor os nutrientes do gato. Entretanto, não se esqueça de deixar seu pet bem hidratado, assim você evita o ressecamento do nariz do gato.

Não se esqueça de higienizar o espaço e acessórios do pet e fique de olho no ambiente que ele frequenta. Assim, o único barulho que você vai ouvir do seu gato são os miados pedindo carinho.

Você também pode saber mais sobre gatos acessando esses links:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário