Ganhe 10% OFF* na primeira compra. Use o cupom 10BLOG
*Limitado a um uso por CPF

Maritaca: tudo o que você precisa saber antes de adotar

Por Cobasi   Tempo de leitura: 4 minutos

Compartilhar:
Compartilhar:
maritaca comendo

A maritaca é uma das aves mais populares do Brasil, se tornando uma ótima opção para quem deseja adotar uma ave. Em virtude disso, nós preparamos um especial com tudo o que você precisa saber antes de adotar maritaca, humaitá e periquitão-maracanã. Confira!

Conheça os principais tipos de Maritaca

Há vários tipos de maritaca, sendo que as mais conhecidas no Brasil são maritaca roxa, a verde e a de cabeça azul. A ave, que é da família dos Psitacídeos, se destaca por conta da sua cantoria e da sua coloração das penas, predominantemente verde.

Apesar de serem da mesma família de outros tipos de aves verdes, as maritacas não são uma espécie que corre risco de extinção, o que já acontece com os papagaios. Entretanto, elas ainda são vítimas do comércio ilegal e predatório em todo o país.

Maritacas: características

A maritaca é um tipo de ave com características bastante peculiares. Por exemplo, você sabia que ela é uma ave monogâmica do começo ao final da vida? É isso mesmo! E olha que elas vivem, em média, 30 anos.

Com um tamanho que pode chegar até 32 de altura, a única maneira de diferenciar as maritacas macho e a fêmea é por meio de análise médica feita por especialistas. Pois, essa ave não possui uma caraterística evidente que diferencia os gêneros.

Na parte visual, o principal destaque fica por conta da sua aparência colorida, que pode combinar o verde do corpo com penas vermelhas e amarelas na parte da cabeça. Há outras variações de cores, em que a maritaca-roxa chama mais a atenção , porque possui corpo totalmente escuro com uma tonalidade roxa e pequenos detalhes em amarelo.

Você sabia que apesar de ser chamada popularmente de pássaro, a maritaca não faz parte dessa família de aves? É isso mesmo! Ela é da espécie dos Psitacídeos, que tem como características a cabeça mais robusta e um bico curvo e forte como, por exemplo, papagaios e cacatuas.

Comportamento das maritacas

No que diz respeito ao comportamento das maritacas, o que ponto interessante é que, ao entardecer, as aves costumam sobrevoar o local onde pretender pernoitar. Isso sem contar o canto alto e estridente, causando um verdadeiro alvoroço no final da tarde. Esse ritual se repete sempre ao amanhã, porém com uma duração menor.

Quantos anos ela vive?

O tempo de vida da maritaca costuma variar entre uma ave criada na natureza para uma criada em cativeiro. Por estar protegida de seus predadores e com alimentação e cuidados adequados, a ave em cativeiro pode viver entre 20 e 30 anos ao lado do tutor.

Mas atenção, a maritaca é um animal silvestre que não está na lista de aves liberadas pelo IBAMA para criação em cativeiro.

Como funciona a reprodução da maritaca?

A reprodução desse animal acontece no final do ano, aproximadamente de novembro a março, período em que os alimentos são encontrados com maior facilidade. Além disso, as maritacas buscam por locais reservados para depositarem os seus ovos, como forros de telhados, por exemplo. De maneira geral, cada ninhada contém de 2 a 5 ovos.

O que maritaca come?

maritaca em bando

A alimentação é uma questão essencial para garantir a longevidade e o bem-estar da ave, por isso é importante saber o que a maritaca come. Além da ração específica para, elas adoram frutas doces e maduras como petiscos.

Vale apostar também em alimentos como mamão, jabuticaba, goiaba, manga, figo, pitanga e amora. Outros alimentos indicados para inserir na dieta da sua ave são:

  • amendoim com casca;
  • castanha-do-pará;
  • pinhão; 
  • pepino;
  • milho-verde;
  • cenoura;
  • abobrinha;
  • couve; 
  • agrião;
  • rúcula;
  • espinafre.

Atenção: É importante lembrar que grãos e folhas verdes devem ser administrados com moderação e não como parte principal da dieta alimentar da maritaca. Consulte um médico-veterinário para a melhor orientação sobre a alimentação ideal para a ave.

 Posso ter em casa?

A maritaca é um animal silvestre e sua criação doméstica está atrelada a uma série de restrições do IBAMA. Para adotar a ave legalmente, só em criadouros autorizados que contenham registro de comercialização, nota fiscal e certificado de origem da maritaca. 

Atenção: adoção de aves silvestres não autorizadas pelo IBAMA é considerada crime, além de fomentar o tráfico de animais silvestres no país. Não colabore com esta prática!

É importante considerar que essa é uma ave que vive em bando e precisa de liberdade. Não é indicado que ela viva como um animal de estimação dentro de uma gaiola. Por isso, no máximo, procure atraí-la para sobrevoar pelo seu quintal, sem a intenção de adotá-la.

Qual a diferença entre um papagaio e uma maritaca?

Embora semelhantes com as outras espécies da sua família, as maritacas vivem bem em ambientes mais urbanizados. Quando comparada com o papagaio, além de ter o tamanho menor, o rabo é mais curto.

Além disso, é um erro pensar que maritaca se expressa igual ao papagaio. A ave não emite o mesmo tipo de som e sua vocalização acontece apenas quando está em bando e não é nada harmônico para os ouvidos humanos.

Gostou desse post sobre maritaca? Então continue navegando pelo nosso blog e aprenda muito mais sobre aves e outros animais selvagens.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

12 Comentários

  1. Eduardo disse:

    Gostei muito desse post, tenho uma maritaca em casa, peguei ela pra criar não tinha nem penas, ele estava sozinha, uma pessoa fez limpeza no telhado e matou todos, só ficou essa, hoje ela ja esta grandinha, é um amor, não sai do meu pé, tem ciumes de mim, não tem quem se aproxime de mim, ela ataca as pessoas que querem me tocar 😂

  2. Rosângela disse:

    Puxa que maldade limpar o telhado e matar as bichinhas. Eu tenho uma que tem uma gaiola enorme mas vive solta mas fixa spre brincando com os piriquitos.

  3. Andrea disse:

    Acho um absurdo a maritaca ter registro do Ibama pq o papagaio são considerados pets aff

    • Cobasi disse:

      Olá, Andrea! tudo bem?

      Quando você adquiri um animal silvestre autorizado a domesticação, é necessário que ele venha de um criadouro legalizado, portanto, um cativeiro com a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA).

      E após a compra do animal, você recebe o registro de comercialização, nota fiscal e certificado de origem, e isso se encaixa tanto para a maritaca quanto para o papagaio, ok?

  4. Gilson disse:

    Um vizinho me deu um filhote de maritaca que apareceu na casa dele ainda filhote eu tratei cuidei bem dele mais por um descuido meu ela fugiu será que ela volta pois na gaiola ficou uma

    • Cobasi disse:

      Olá, tudo bem?
      É importante que saiba que a maritaca é um animal silvestre e sua criação doméstica está atrelada a uma série de restrições do IBAMA.
      Além disso, essa é uma ave que vive em bando e precisa de liberdade, portanto, não é indicado que ela viva presa.

  5. Keyrrison disse:

    Eu amo escutar elas gritando no final da tarde temho duas e elas ficam brincando uma com as outras nas arvores e fica uma gritaria que só 😅🥰

  6. Sandra R. Rio disse:

    Eu coloco sementes de girassol, ela vêm duas vezes ao dia, as 07hs e 15: horas. Uma farra. Porém gostaria de saber além das frutas, se há alguma outra semente ,que eu possa colocar. Obrigada. E junto tem aparecido um menorzinho, com um tom mais claro de verde e no meio da asa uma amarelo, lindinhos e o som mais baixo e estridente.

  7. Suelen luca loro disse:

    Queria maritaca passarinho

Deixe o seu comentário