Metamorfose da borboleta: conheça essa mágica natural

Compartilhar:


Metamorfose da borboleta

A borboleta é um inseto que surpreende a todos aqueles que a vê. Afinal, sua forma delicada e cores vibrantes chamam a atenção. Além disso, esse pequeno ser voador passa por um processo de transformação muito conhecido. Estamos falando da metamorfose da borboleta.

Então, se você quer conhecer como esse processo acontece, continue com a gente. 

Conhecendo a borboleta

A borboleta é um inseto artrópode. Seu corpo é composto por cabeça, tórax e abdome. Além disso, ela possui um par de antenas, três pares de patas e um par de asas.

Atualmente, mais de 20 mil espécies de borboletas são conhecidas. Por esse motivo, é possível encontrar diversos tipos desse inseto.

Assim como as abelhas, as borboletas também são importantes para a diversidade de flores. Como se alimentam de néctar de plantas, o pólen fica grudado em suas asas. Dessa forma, as borboletas espalham essa substância por onde passam.

Das mas coloridas às mais simples, as borboletas encantam por onde passam. Além disso, se tem a crença de que esse inseto também transmite diferentes significados, dependendo da sua cor.

Borboletas azuis são conhecidas por trazer paz e harmonia. As coloridas significam alegria. Já as brancas transmitem tranquilidade e equilíbrio. No entanto, as borboletas pretas significam que algo ruim irá acontecer.

Mas, sobretudo, não importa qual a cor desse inseto. O processo pelo qual a borboleta passa até chegar até a sua fase mais desenvolvida pode te surpreender.

Então, vamos conhecer o ciclo de vida da borboleta.

Transformação do solo para o céu

Metamorfose da borboleta

Assim como as mariposas, que não nascem prontas, com a borboleta acontece o mesmo.

O ciclo de vida dela é dividido em quatro partes. Ovo, larva, pupa e fase adulta são os processos que esse inseto enfrenta.

Primeiramente, temos a fase do ovo. Após serem colocados pela borboleta, os ovos eclodem em um período que varia a cada espécie. Dessa forma, nascem as larvas.

O período em que a borboleta se encontra como larva, ou lagarta, é conhecido como fase larval. Durante alguns meses ou até um ano, as larvas vão se alimentando, principalmente de folhas. Isso ocorre porque esses insetos buscam guardar energia.

Além disso, no estado larval, ela começa a produzir fios de seda. No entanto, essa estrutura ainda não é o casulo. O que a larva faz é uma barreira que a protege de predadores. Somente quando atinge a fase de pupa, a larva começa a ter mudanças em sua pele. Além disso, ela inicia a construção do seu casulo. 

Essa estrutura também é feita dos fios de seda produzidos pela larva. Em seguida, chega a tão esperada transformação.

Dentro do casulo, a larva fica parada, enquanto as mudanças no seu corpo vão ocorrendo.

Após um período que varia de uma semana ou um mês, o casulo eclode. Por fim, a borboleta está pronta para abrir as asas e começar a habitar os céus. Nesse momento, ela atinge sua fase adulta.

É por esse processo, conhecido como metamorfose, que temos a lagarta virando borboleta.

Atraindo borboletas para perto da sua casa

Para aqueles que querem ver sempre uma borboleta, há algumas formas. Acima de tudo, crie um ambiente que seja favorável a ela.

Cuide bem do seu jardim e das suas flores. Como borboletas gostam de se alimentar do néctar, um jardim bem florido é uma ótima opção.

Elabore um espaço para que a borboleta possa descansar e beber água. Um local seguro e longe de pets é a melhor opção.

E, por último, conheça as espécies mais comuns da sua região. Saber o tipo de borboleta que é comum na sua área fica mais fácil de saber do que elas gostam.

Viu como a borboleta é um inseto muito interessante? Lembre-se de que, antes de se tornar um inseto encantador, ela era uma lagarta. Após a metamorfose da borboleta, ela está pronta para encantar seu jardim.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário