O que é transgênico? Riscos e benefícios das rações transgênicas

Compartilhar:


melhor ração

Quem tem um pet em casa já deve ter se perguntado o que é transgênico, afinal o símbolo aparece em várias rações e petiscos. Será que faz mal para o animal? Devo evitar? Posso dar ao meu pet sem medo?

Responderemos essas e outras dúvidas a seguir!

O que é transgênico?

A palavra transgênico se refere a um organismo geneticamente modificado, ou à sigla OGM, como é chamado no meio científico. Os organismos são considerados transgênicos quando recebem o gene de um outro organismo, que é chamado de doador.

Esse gene resulta em uma alteração no DNA, ou seja, o OGM passa a ter características que não tinha antes. Os transgênicos são sempre desenvolvidos em laboratório através da biotecnologia para, principalmente, resultar em plantas resistentes às doenças e pragas que dificultam e encarecem a produção agrícola.

Essa história de que de desenvolvido em laboratório e até o nome transgênico soam de forma um pouco assustadora para algumas pessoas. Agora que você já sabe o que é transgênico, será que esses produtos fazem mal?

Dar ou não alimentos transgênicos para o meu cachorro?

É muito comum encontrarmos o selo com o “T” amarelo na embalagem de alimentos para pets e também para nós, humanos. Será que eles são seguros para o consumo frequente?

Existe uma legislação que regulamente a produção e venda de transgênicos no país. A Lei Brasileira de Biossegurança (11.105/050) determina que os organismos geneticamente modificados devem passar por diversos estudos para garantir a segurança alimentar e ambiental do produto. Além disso, todos os produtos transgênicos devem passar pela aprovação da CTNBio antes de ser colocado na prateleira.

A CTNBio é a sigla usada para Comissão Técnica Nacional de Biossegurança e está vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

Ração transgênica faz mal?

Não existem estudos científicos que comprovem que as rações transgênicas fazem mal para os pets. Marcas conhecidas como Hill’s, Premier e Royal Canin utilizam ingredientes transgênicos em algumas de suas rações. Inclusive, além de baratear a produção e tornar os alimentos mais resistentes às pragas, a modificação no DNA pode resultar na menor necessidade do uso de agrotóxicos e até melhoria nutricional. A dica é conversar com seu médico veterinário antes de escolher qual a melhor ração para seu pet, seja ela transgênica ou não.

Existe uma tendência para a alimentação mais natural e, consequentemente, livre de ingredientes transgênicos para nós humanos. Apesar da legislação brasileira comprovar que esses produtos são seguros e saudáveis, muitas pessoas optam por uma alimentação sem grãos transgênicos e, ainda, muitas transferem essa opção também para os cuidados com os pets.

É cada vez mais comum encontrarmos opções de ração sem transgênicos. Na Cobasi, possuímos diversas marcas com alimentos livres de OGM para cães e gatos. Os tutores podem optar pelo alimento ideal, mas lembramos para somente escolher aqueles indicados para a faixa etária e porte do seu animal.

Agora você já sabe o que é transgênico e os benefícios e riscos envolvidos em uma alimentação com esses ingredientes. Quer saber mais sobre alimentação para pets? Confira os posts que separamos para você:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário