O que fazer quando o gato não quer comer?

Por Cobasi

Compartilhar:
o que fazer quando o gato não quer comer?

Não saber o que fazer quando o gato não quer comer pode ser desesperador. O tutor que já passou por isso sabe bem! Porém, o primeiro a se fazer é manter a calma e analisar o motivo da recusa.

Existem diversas causas para o que pode ser quando o gato não quer comer. Vamos descobrir algumas delas? Continue a leitura e descubra os motivos e como resolver.

“Meu gato não quer comer e agora?”

São várias as rações que fazem o gato não querer comer. Desde motivos simples, como a ração está murcha, até outros preocupantes, como é o caso de doenças. Abaixo listamos os motivos mais comuns e como resolver!

O que fazer quando o gato não quer comer ração

Existem duas possibilidades mais comuns de recusa da ração. Os gatos são animais extremamente exigentes e podem se recusar a comer se o alimento estiver há algumas horas no potinho. Nesse caso, a dica é fracionar a porção diária em pequenas quantidades e oferecer ao longo do dia.

Além da ração velha e murcha, o gato pode enjoar do alimento ou estranhar um novo sabor ou marca. Em qualquer um desses casos, faça a transição aos poucos. Basta misturar a ração nova com a antiga em proporções complementares. Veja o passo a passo abaixo:

  • 1º dia: dê 9 partes da ração antiga e 1 da nova
  • 2º dia: dê 8 partes da ração antiga e 2 da nova
  • 3º dia: dê 7 partes da ração antiga e 3 da nova
  • 4º dia: dê 6 partes da ração antiga e 4 da nova
  • 5º dia: dê 5 partes da ração antiga e 5 da nova
  • 6º dia: dê 4 partes da ração antiga e 6 da nova
  • 7º dia: dê 3 partes da ração antiga e 7 da nova
  • 8º dia: dê 2 partes da ração antiga e 8 da nova
  • 9º dia: dê 1 partes da ração antiga e 9 da nova
  • 10º dia: dê apenas a ração nova

Prefira alimentos Super Premium, pois além de mais saudáveis, eles são mais saborosos.

O que fazer quando o gato não quer comer?

Se o problema não é com a ração, mas você não sabe o que fazer quando o gato não quer comer, é necessário pensar em outras possibilidades. Doenças ou problemas comportamentais podem estimular esse comportamento.

Avalie se o animal está com algum outro sintoma que possa indicar uma doença. Observe se ele está com dor, se está apático, se tem feito as necessidades e qual o aspecto delas. Nesse caso, procure um médico veterinário para um diagnóstico e tratamento adequado.

No caso de problemas comportamentais, você pode tentar resolver sozinho. Primeiro avalie se a rotina mudou, o animal está ficando mais sozinho ou o ambiente está desestimulando. Para resolver, basta atacar o problema!

O gato está ficando muito tempo sozinho? Procure ficar mais em casa e fazer companhia para ele. Enriquecer o ambiente também é uma excelente opção para dar mais qualidade de vida ao seu gatinho. Aposte na gatificação e deixe a casa mais amigável para ele.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário