Bola de pelo em gatos: saiba como evitar

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Bola de pelo em gato peludo

Quem tem um gato em casa, com certeza já se deparou com a famosa bola de pelo, este é um problema muito comum nos felinos e começa quando os gatos fazem a própria higienização com lambidas. 

No entanto, mesmo que esta seja uma condição comum nos gatos, não quer dizer que elas não façam mal a eles, afinal, elas podem causar problemas no sistema digestivo, além de muitos outros incômodos ao pet.

O que é bola de pelo e como elas se formam?

bola de pelo em gato filhote

Como o nome já diz, as bolas de pelo ou  tricobezoares, são formadas a partir do momento em que o animal começa a se lamber como forma de se higienizar. Por terem a língua áspera, ela age como uma escova e remove os pelos mortos, que acabam engolidos pelo pet. 

No entanto, alguns pelos não são digeridos, e acaba se acumulando no sistema digestivo do animal formando tricobezoares  e causando incômodos ao animal, que tende a eliminar esses pêlos através do vômito.  

Entenda melhor a formação das bolas de pelo:

Sabemos que gatos são animais muito higiênicos. Parte disso se deve ao fato do famoso “banho de gato”, ou seja, a limpeza feita por meio de lambidas.

Ao se lamber, seu bichinho acaba engolindo os pelos. Eles não são digeridos, mas normalmente passam sem problemas pelo trato digestivo do seu pet e são eliminados nas fezes dos gatinhos.

Porém, às vezes a quantidade de pelos é tão grande que o organismo do gato tem dificuldades para eliminá-los. É aí que se formam as famosas bolas de pelos e o mais comum é que elas sejam eliminadas por vômito. 

Além da grande quantidade de pelos, a pelagem longa demais ou cheia de nós também colabora para o aumento das tricobezoares.

Normalmente, a bola de pelo causa incômodo no pet e, por isso, ele faz aqueles barulhos típicos e desagradáveis para se livrar do vômito. 

Mas eventualmente, a bola de pelo pode formar um bloqueio e se tornar verdadeiramente perigosa para a saúde do pet. 

O gato dá sinais de que vai eliminar uma bola de pelo?

Quando o gato expele as bolas de pelo, é comum encontrar pelos envolvidos junto de um líquido amarelo, isso é causado pela mistura das secreções gástricas, saliva, água e alimentos. 

Na maioria das vezes, é possível notar que o animal está prestes a vomitar, afinal, ele costuma forçar a saída dos pelos, podendo fazer barulhos que se assemelham a um engasgue ou tosse. 

Além disso, os sintomas de bola de pelo podem ocasionar a falta de apetite, cansaço, vômitos frequentes e até diarreia. Por isso é importante estar atento ao pet e em caso de dúvidas, consultar um veterinário. 

Quando a bola de pelo se torna preocupante?

Já sabemos que as bolas de pelo são uma condição comum nos gatos, sendo assim, é comum que eles sofram deste problema até 3 vezes no mesmo mês, especialmente nos casos de gatos com pelos longos. 

No entanto, se o gato começar a expelir bolas de pelo com mais frequência, é necessário buscar a opinião de um veterinário, afinal, pode ser que este seja algum problema pouco comum. 

As bolas de pelo comum não costumam causar outros sintomas no animal, exceto quando elas se tornam mais sérias e frequentes. 

Neste caso, as bolas de pelo podem passar pelo intestino do animal, o que acaba causando a desregulagem da flora intestinal, causando diarreias ou prisão de ventre

Além disso, as bolas de pelo são preocupantes pois elas causam a oclusão intestinal,  um procedimento que pode incluir uma intervenção cirúrgica para a remoção da bola de pelo. 

Sintomas de bola de pelo em gatos

  • Gato forçando o vômito sem eliminar a bola de pelo
  • Falta de apetite
  • Constipação
  • Diarreia
  • Barriga inchada
  • Letargia

Caso seu gato apresente qualquer um desses sinais, o melhor a fazer é consultar um veterinário. Além disso, se ele produz bolas de pelo com frequência, também vale a pena seguir nossas dicas abaixo: 

Como evitar bolas de pelos?

gato bebendo água em fontes

Uma das melhores maneiras de evitar a formação da bola de pelo em gatos de forma fácil e até divertida, é promovendo a escovação periódica. 

Neste momento, vocês podem brincar,  demonstrar carinho pelo pet e a escovação, ajuda a reduzir o volume de pelos mortos e, por consequência, diminuir a ingestão.

Você pode escovar o seu animal com luvas para eliminação de pelos ou fazer o uso de rasqueadeiras para gatos. Ao escovar o pet, você acaba ajudando no processo da limpeza e retira parte dos pelos soltos do bichano. Assim, sobra menos para ele engolir.

Existem também diversas rações anti bolas de pelos, que já são comercializadas com a intenção de ajudar com problemas específicos de saúde de gatos. O comum é que essas rações para gatos tenham bastante fibra, o que facilita a eliminação.

Além dos alimentos secos que ajudam a evitar a formação das bolas de pelo e auxiliam na eliminação, ainda existem os petiscos. Alguns petiscos são desenvolvidos especialmente para esse fim e você ainda pode contar com a grama para gatos e catnip.

Manter seu gato bem hidratado é outro cuidado que ajuda a evitar a formação da bola de pelo. A água vai ajudar na eliminação de quaisquer pelos que a escovação não deu conta.

Por fim, se seu gato está se lambendo com uma frequência compulsiva, isso pode ser simplesmente sinal de tédio. Por isso, invista no enriquecimento ambiental e torne a rotina do seu pet muito mais divertida e interessante. Por exemplo, você pode trazer novos brinquedos para gatos que sejam interativos ou encontrar uma atividade e brincadeira que vocês possam curtir juntos.

O que fazer quando o gato está com bola de pêlo?

Se mesmo após todos os cuidados, seu gato ainda tiver apresentando problemas com bola de pelo observe, e se ele apresentar algum sintoma de obstrução, corra para o veterinário.

Especialmente se seu gato tem pelos longos, a tendência é de que ele sofra mais com as bolas de pelos. Aliás, gatos mais velhos têm também maior tendência em sofrer com bolas de pelos. Isso porque conforme eles envelhecem, acabam aprimorando os banhos de gato e, consequentemente, engolem mais pelos.

Mas gatos filhotes também podem ter este problema. Se você tem um filhote, agora é a melhor hora para acostumar seu gatinho a ser penteado com frequência. Isso pode fazer uma grande diferença na saúde de gatos no futuro.

Quer mais dicas para cuidar do seu gatinho com amor e dedicação? Confira os posts do blog:




Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário