Afinal, quantos anos vive um gato?

Compartilhar:


quantos anos vive um gato
Você já se perguntou quantos anos vive um gato?

Não é fácil dizer com exatidão quantos anos vive um gato, isso porque, a longevidade desses pets variam de acordo com diversos fatores, como: estilo de vida que levam, ambiente em que vivem, tipo da raça e os cuidados que recebem.

Antes de tudo, esqueça aquela história de que os gatos têm 7 vidas. A verdade é que os bichanos são fortes e resistentes, mas a vida deles é uma só e precisa ser bem vivida para que consigam chegar à velhice com saúde.

No nosso artigo, vamos conversar sobre:

  1. Quantos anos vive um gato saudável?
  2. Como cuidar de gatos?
  3. Como fazer seu gato viver melhor?
  4. Qual é o gato mais velho da história?
  5. Expectativa de vida média por raça?
  6. Perguntas Frequentes

Quantos anos vive um gato bem cuidado?

Se é verdade que os gatos bem cuidados vivem cada vez mais saudáveis, por outro lado os gatos abandonados ou que nascem e crescem na rua se beneficiam pouco com esses avanços.

Em outras palavras, enquanto alguns gatos domésticos podem chegar até aos 20 anos de idade, aqueles que vivem nas ruas normalmente não sobrevivem além do terceiro ano de vida. Com muita sorte chegam aos 6.

A vacinação, carinho, nutrição adequada e castração, são alguns dos fatores que ajudam muito para a longevidade dos gatos. Por exemplo, você já se perguntou: quanto tempo de vida tem um gato castrado? Segundo a Revista Clínica Veterinária até o dobro do que viveria normalmente.

Nesse sentido, isso só reforça a importância e o peso que os cuidados médicos, nutricionais e ambientais têm na expectativa de vida dos bichanos.

Como fazer seu gato viver melhor?

Muito bem, agora já sabemos que alguns fatores podem influenciar na expectativa de vida dos gatos. Por isso, selecionamos dois pontos fundamentais nesse processo: alimentação e acompanhamento veterinário. Vamos juntos saber mais dicas de como cuidar de gatos? Confira!

quantos anos vive um gato
Os hábitos alimentares dos felinos interferem na longevidade e na saúde.

Alimentação saudável, crescimento saudável

A vida de gato precisa ser nutrida por uma alimentação saudável, balanceada e de alta qualidade. Dessa forma, para manter o bem-estar do seu bichano e contribuir no aumento da expectativa de vida, é fundamental que a alimentação atenda alguns requisitos. 

Por exemplo, cada fase da vida dos gatos precisa de uma atenção especial do tutor. Acima de tudo, estamos falando de uma alimentação nutritivamente completa com base na raça, porte, tamanho e idade do bichinho. 

Os hábitos alimentares dos felinos interferem diretamente na longevidade e na saúde, as melhores rações para gatos são aquelas que alimentam, nutrem e divertem nossos amigos de quatro patas. 

Sob o mesmo ponto de vista, vale destacar que uma boa alimentação é também um importante aliado para evitar que seu gato fique doente, combatendo problemas como obesidade, doenças renais, hepáticas, entre outras.

Não esqueça, é importante garantir que o seu companheiro receba esses valores nutritivos em sua dieta. Então, na hora de escolher a ração adequada para o seu felino leve em consideração fatores, como:

  • níveis ideais de proteína animal e nutrientes essenciais; 
  • variados sabores e aromas; 
  • alta digestibilidade;
  • diferentes formatos de grãos da ração;
  • combinação de vitaminas e minerais para promover uma vida mais saudável. 

Neste sentido, uma ótima sugestão é oferecer para o seu gato a linha de produtos da Royal Canin. Nutricionalmente completa, as rações da marca foram desenvolvidas para estimular a vida saudável do seu pet, com base em uma linha completa de alimentos úmidos e secos, para gatos de todas as idades, tamanhos e raças.

Tutores, invistam em qualidade, nutrientes fundamentais e na melhor ração para gatos, desse modo a alimentação vai ter um papel fundamental para que o seu amigo viva bem, melhor e tenha maior longevidade. 

Acompanhamento veterinário

Por que o acompanhamento veterinário é tão importante para os gatos? Para tutores experientes ou de primeira viagem, conviver com felinos é extraordinário, porém em alguns momentos é difícil decifrá-lo, sobretudo com a sua saúde.

Os gatos, por instinto, escondem quando não estão bem. Ou seja, pode acontecer dos tutores não notarem mudanças de comportamento e os primeiros sinais de algum problema de saúde. 

Sobretudo, as visitas periódicas ao médico-veterinário se tornam tão importantes no cuidado da saúde do seu gatinho, como ressalta a Médica-Veterinária Leticia Tortola, da Royal Canin: “O Médico-Veterinário é mais do que aquele que você procura quando seu gatinho não está bem. Ele é o principal aliado na saúde do seu gato, para assegurar uma vida longa e de qualidade. E quando você mantém uma rotina de checkup regulares, você pode ficar tranquila sabendo que tem outra pessoa que conhece seu gatinho tão bem quanto você!”, comentou. 

quantos anos vive um gato?

Por exemplo, você sabia que 42% dos tutores de gato adiam a visita ao médico veterinário? Os principais motivos estão relacionados a evitar o estresse no gato ou quando os sintomas não são perceptíveis para o tutor.

Conheça o Meu Gato No Vet

Neste contexto, o projeto Meu Gato No Vet, uma campanha global da Royal Canin®, atua justamente nesse ponto de conscientização e incentivo às visitas ao Médico-Veterinário. Essa é uma ação que transmite aos tutores a importância de ficar atento sobre a saúde e bem-estar dos gatos.

O Meu Gato No Vet não só reforça a importância de levar o gato ao veterinário, como também apresenta soluções para que essa ação não seja vista como complicada. Com muita informação, o projeto busca impactar por meio do aprendizado, tornando o processo mais amigável, bem como facilitando a vida de tutores e pets que passam pelos mesmos desafios.

Quando o tutor sabe a importância de ir ao veterinário e está atento aos sinais, a expectativa e qualidade de vida dos gatos aumentam consideravelmente.

Em conclusão, as consultas de rotina com o Médico-Veterinário são indispensáveis!

Qual é o gato mais velho da história?

Não pense que os 20 anos são o teto da vida felina. Na verdade, os gatos que disputam o posto de mais velho do mundo precisam passar dos 38 anos para receberem o título! Mais especificamente 38 anos e 3 dias.

A marca pertence à gata Creme Puff. O segredo para viver tanto foi a gatificação do ambiente e, segundo seu tutor, uma dieta nada convencional: ração seca, brócolis, ovos, bacon, café com creme e um golinho de vinho a cada dois dias.

Seja como for, nem pense em repetir essa fórmula em casa, o mais provável é que Creme Puff tenha dado sorte: vinho é um veneno para os felinos, enquanto bacon e creme deixam o pet obeso e o café provoca taquicardia no animal. 

O caminho mais adequado para garantir uma vida longa e saudável para os gatos é apostar em rações de qualidade. Nesse sentido, você pode até incrementar a alimentação com outros ingredientes.

Confira qual é a alimentação ideal dos gatos e peça auxílio de um veterinário para montar a dieta do pet.

Expectativa de vida média por raça

quantos anos vive um gato

De modo geral, um gato com uma vida razoavelmente saudável chega até os 12 ou 14 anos. Porém, se observarmos a média de vida dos gatos pelas raças, veremos alguma variação.

Por exemplo, enquanto a raça Ragdoll vive em média 12 anos, os persas e Mayne Coon chegam aos 13. A raça Sphynx vive em média 14 anos, enquanto o Himalaio e o Angorá chegam aos 15.

Uma pergunta comum sobre raça é: quantos anos vive um gato siamês? Os gatos siameses são os que vivem mais tempo em média: 17 anos. E acertou quem apostou que os gatos mais longevos são os SRD: esses vivem em média 20 anos!

Em resumo, a expectativa de vida dos gatos gira em torno dos 15 anos. Porém, com a conscientização, compartilhamentos de informação sobre como cuidar dos gatos, talvez o recorde de Creme Puff talvez não dure tanto.

Perguntas Frequentes

Gato castrado vive quantos anos?

A princípio, como mencionamos ao longo do artigo, existem diversos fatores que interferem na vida dos gatos, inclusive a castração. Vale lembrar, o procedimento de castração é benéfico para o animal, com a expectativa de vida entre 14 a 20 anos, pois é uma medida preventiva para o pet contrair alguns tipos de doenças.

Quantos anos dura um gato caseiro?

Os gatos domésticos ou caseiros são aqueles que vivem dentro de casa. Ainda mais com todos os cuidados necessários, como alimentação, visitas frequentes ao veterinário, ambiente saudável, entre outras recomendações, logo, esse animais de estimação tem maiores chances a viver mais.

Quanto tempo um gato vive na rua?

Em conclusão, a rua não é o ambiente ideal para gatos viverem e isso diminui drasticamente a qualidade de vida do bichano. Bem como, alguns riscos, como: maus-tratos, atropelamentos e envenenamento, são fatores que colocam a expectativa de vida para gatos que vivem na rua por mais ou menos 3 a 6 anos.

Quantos anos vive um gato vira-lata?

Um gato sem raça, conhecido como vira-lata, pode viver por média até 20 anos. Porém, é sempre importante levar em consideração a qualidade de vida e cuidados com o pet.

Gostou de saber mais sobre a expectativa de vida dos gatos? Então, não deixe de anotar nossas dicas sobre alimentação de qualidade para o seu gato e as visitas frequentes ao veterinário. Combinado?

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário