Ganhe 10% OFF* na primeira compra. Use o cupom 10BLOG
*Limitado a um uso por CPF

Serragem para hamster e outros roedores é segura?

| Atualizada em

Colaboração de Rayane dos Santos   Tempo de leitura: 4 minutos

Compartilhar:
Compartilhar:
Serragem para hamster

A serragem para hamster e outros roedores é muito usada como substrato e até para eles se aquecerem nos dias mais frios. No entanto, sua utilização é um tanto quanto polêmica. Para eliminar todas as dúvidas de uma vez por todas, a Rayane Henriques, bióloga da Educação Corporativa da Cobasi, conversou com a gente!

Continue a leitura e descubra se a serragem de madeira faz mal ao pet ou se isso é um mito!

Substrato para hamster e outros roedores

Porém, antes de respondermos se a serragem para hamster e outros roedores faz mal ou não, precisamos entender qual a importância do substrato na vida desses dentucinhos.

“Os roedores não devem ficar soltos pela casa sem supervisão, por isso é importante acomodá-los em gaiolas ou cercados. Nesses cercados, além de brinquedos e alimentação também devemos adicionar um substrato, cuja função é absorver e controlar o odor das necessidades fisiológicas desses animais”, explica a bióloga Rayane Henriques.

Os substratos podem ser usados na gaiola ou no cercado de duas formas: preenchendo todo o fundo ou em caixinhas posicionadas no interior da gaiola, que servirão como banheirinhos para o pet. Cada pet pode preferir uma das opções, por isso, faça o teste e veja o que seu roedor prefere. Sem o substrato, a gaiola ficará suja e o animal poderá adoecer.

Agora que você já conhece a importância do produto, que tal descobrir mais sobre serragem para hamster?

Tipos de serragem para hamster

Antigamente, não existiam muitas opções para a forração das gaiolas e o substrato mais utilizado era a serragem de madeira, também conhecida como maravalha. Com o passar dos anos e a popularização dos roedores como pet, vários substratos foram surgindo e, hoje, é possível encontra-los em diversos materiais, por exemplo:

  • serragem de pinus
  • granulado mineral
  • granulado de celulose
  • maravalha de eucalipto
  • tecido.

A questão é tão polêmica, pois os produtos apresentam tanto prós quanto contras. Para ajudar a conhecer um pouco mais e decidir qual o melhor substrato para a gaiola do seu pet, nossa bióloga Rayane Henriques explica em detalhes.

“O substrato mineral, chamado de mineral peletizado, é específico e atóxico para roedores. Ele possui excelente absorção de odor e umidade. Porém se usado em toda a extensão da gaiola e o animal permanecer constantemente em contato, pode ter ressecamento das patas resultando em rachaduras ou calos. Seu uso é mais recomendado em banheirinhos individuais no interior da gaiola”, explica a bióloga.

O granulado de celulose é outro substrato que pode ser usado para hamster, porquinho-da-índia e outros roedores. “Atóxico para roedores, a celulose tem absorção eficiente. Porém, um ponto negativo é que ela não possui um controle eficaz de odores. Pode ser utilizado em todo o cercado ou gaiola sem que prejudique a pata dos animais”, completa Rayane.

Já o granulado de pinus é um substrato que provém de matéria prima vegetal em pó que passa por um processo para se transformar em pellets. É de excelente absorção e controle de odor, também pode ser colocado em toda a gaiola. “No entanto, ele é um material que esfarela ao absorver a umidade, por esse motivo devemos sempre ficar atentos a manutenção do local, evitando que esse pó seja inalado pelos roedores”, acrescenta Rayane Henriques.

Por fim, os tecidos ou tapetes higiênicos não são materiais próprios para roedores, e ao colocá-los na gaiola, o animal pode roer e engolir alguns pedaços causando uma obstrução intestinal. Não use!

Mas, e a serragem?

Pode usar serragem na gaiola de roedores?

“Também proveniente de matéria prima vegetal, tem pouca absorção de umidade e controle de odor. É um material que os roedores adoram porque conseguem se esconder e utilizar como enriquecimento ambiental podendo ser usado em toda a cobertura do fundo”, explica a bióloga.

Portanto, apesar de não ser tão eficiente para para eles usarem como banheirinho, a serragem para hamster deixa a gaiola melhor para o pet. Eles adoram!

Agora que você já sabe tudo sobre serragem para hamster e outro substratos, está preparado para as dicas finais da bióloga Rayane Henriques?

“Sempre devemos optar por um substrato específico para a espécie, pois ele foi estudado e desenvolvido para essa finalidade. Mais importante do que a escolha do substrato, é a manutenção da gaiola que deve estar sempre limpa. Para isso, podemos higienizá-la uma vez na semana com produtos a base de amônia quaternária que são excelentes desinfetantes e menos agressivos que os famosos hipocloritos, além de limpeza diária em comedouros e bebedouros. Assim, independente da escolha por serragem, granulado ou mineral, nossos animais vão sempre permanecer saudáveis”, completa Rayane.

Quer mais dicas para cuidar do seu roedor como ele merece? Confira os nossos post:

Rayane dos Santos

| Atualizada em

Colaboração de Rayane dos Santos

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

4 Comentários

  1. Marcio disse:

    Minha filha tem uma coelho que fica solta com supervisão de dia e a noite vem pra gaiola,ela gosta de roer a serragem,também gosta bastante da ração a granel ,não gostou da ração de saquinho fechado,por ser roedor tem problema ela comer a forração prensada de pinus?

    • Cobasi disse:

      Olá, Marcio! Tudo bem?

      Apesar da maioria dos tutores acreditar que sim, na verdade os coelhos não fazem parte da classe dos roedores. Ainda que tenham características semelhantes aos roedores, tanto eles quanto as lebres fazem parte da família dos Lagomorfos.

      E, esse produto citado por você serve para para preencher a gaiola de roedores, ajudando a evitar odores, absorver a umidade e manter a higiene do espaço.

      Deixaremos aqui um conteúdo completo sobre a alimentação dos coelhos.

      https://blog.cobasi.com.br/o-que-o-coelho-come/

  2. Natalia disse:

    Ola, na opção do banheiro optei por pegar serragem de uma marcenaria que corta madeira natural e sem processo quimico, mas ela é muito fina, daria algum problema para o coelho??

    • Cobasi disse:

      Olá, Natalia! Como vai?
      Por ser uma madeira natural e sem processo químico, ela não causa nenhum problema ao pet. O único ponto de atenção está voltado para higienização do local, pois ela não absorve o odor, e a frequência da limpeza aumenta. Por isso, recomendamos o uso do granulado higiênico.

Deixe o seu comentário