Cachorro não consegue ficar em pé: o que pode ser?

Compartilhar:


cachorro não consegue ficar em pé

Os cães são bichinhos alegres, ativos e costumam gostar muito de passear, brincar e se exercitar. Quando o seu pet não consegue ficar em pé, o tutor automaticamente liga o alerta e começa a pensar na possibilidade de doenças.

Se o cachorro tremendo não consegue ficar em pé, o responsável pelo animalzinho tem razão em ficar atento e deve procurar um profissional especializado logo que perceber a situação.

O que pode ser quando o cachorro não consegue ficar em pé?

Em primeiro lugar, é importante saber que você precisa buscar a ajuda de um veterinário se seu cachorro não consegue ficar em pé. Tenha consciência de que apenas um especialista é capaz de fazer o diagnóstico correto, tá?

Se o seu cachorro não consegue ficar em pé, isso pode indicar que o pet de fato tem algum problema de saúde. É preciso atentar para doenças neurológicas e ortopédicas, como as que indicaremos a seguir.

  • Artrose
  • Cinomose canina
  • Osteossarcoma canino
  • Malformações
  • Espondilomielopatia cervical
  • Meningite
  • Hérnia de disco

Em doenças específicas, o distúrbio ainda pode causar a paralisia do bichinho. São os casos da cinomose, da hérnia de disco e da meningite.

O cachorro idoso não consegue ficar em pé. E agora?

Os cãozinhos idosos e filhotes são os mais inclinados a desenvolver essas doenças. A falta de coordenação motora não é incomum nos pets mais velhinhos e pode causar muito sofrimento aos bichinhos.

Por isso, se o cachorro idoso não consegue ficar em pé, não espere que a condição piore. Leve-o ao veterinário assim que possível, aposte em exames clínicos, faça o tratamento contínuo e jamais arrisque a vida do animal com a automedicação.

Caso o tutor perceba que o cachorro está com problemas para ficar em pé, é necessário identificar o problema para tratá-lo o quanto antes. A dor se faz presente especialmente em relação aos cães idosos.

Lesões também podem impedir o cachorro de ficar em pé

Além das enfermidades citadas anteriormente, há outros fatores que podem impedir que o cachorro fique em pé, e a falta de cuidado pode prejudicar muito seu amiguinho!

O cãozinho também sofre com a condição por traumas e lesões resultantes de quedas. Para prevenir o problema, não permita que o pet fique subindo e descendo do sofá e da cama sem o amparo necessário.

A fim de evitar o impacto dos saltos do animalzinho, o tutor pode apostar na escada ou rampa para cachorro.

Mas não deixe de levar seu bichinho no veterinário, viu? Tenha sempre uma reserva de emergência para assegurar que o cachorrinho receba todo o suporte que precisar.

A posse responsável do animal é superimportante e você ainda ajuda a garantir a saúde do seu amiguinho!

Se você gostou do artigo do Blog da Cobasi, os assuntos abaixo também podem ser interessantes:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário