Cachorro pode comer bacon? Saiba a resposta

Compartilhar:


O bacon é amplamente reconhecido como um alimento prejudicial à saúde humana. Ainda assim, ele segue muito presente no cardápio dos brasileiros, seja em lanches ou outras receitas. Mas será que, nestas ocasiões, é possível compartilhar um pedacinho com o pet? Será que cachorro pode comer bacon?

Antes de responder a esta pergunta em específico, é preciso destacar que o hábito de compartilhar alimentos humanos com os pets pode ser extremamente perigoso.

Humanos e cães possuem diferenças significativas em seus organismos e reagem de maneiras diferentes aos alimentos.

Sendo assim, antes de compartilhar sua comida com seu amigo peludo, o tutor deve consultar um médico veterinário a fim de receber uma orientação assertiva. Só este profissional irá poder autorizar a inserção de determinados alimentos com precisão, não apenas observando os aspectos gerais, mas também as particularidades daquele animal.

Ressalva feita, chegou a hora de retornar à questão central deste artigo: será que um cachorro pode comer bacon? A resposta é não. E um não ainda mais robusto do que a contraindicação feita pelos especialistas ao consumo humano.

Perguntados sobre se cachorro pode comer bacon, especialistas são enfáticos ao responder: não, em hipótese alguma!

Como você viu no tópico anterior, nem todo alimento que é saudável para os seres humanos é também para os cães. No caso do bacon, ele não é indicado aos pets e pouco indicado às pessoas. Para os cachorros, os danos provocados pelo alimento são ainda mais prejudiciais.

Por isso, sempre que questionados sobre se cachorro pode comer bacon, os especialistas são enfáticos em destacar que o alimento não pode ser consumido em nenhuma circunstância. Afinal, nem mesmo o bacon cru é menos danoso para os peludos.

Isso acontece porque a carne de porco transformada em bacon passa por um processo de conservação carregado de sal e gorduras saturadas.

É importante salientar que os prejuízos causados por este alimento não se reduzem apenas ao seu consumo direto.

Seu uso está também expressamente proibido para casos em que os tutores decidem aproveitar a gordura do bacon para dar mais sabor à ração dos pets.

Este óleo é rico em gordura saturada, além de extremamente calórico. Essas características do alimento sobrecarregam o sistema cardiovascular dos cães, bem como são gatilhos para quadros de obesidade.

Em resumo, não há para onde correr: bacon faz mal para cachorro e ponto final!

Problemas de saúde que podem ser ocasionados pelo consumo de bacon

Se mesmo sabendo que um enorme não é a resposta para a pergunta se cachorro pode comer bacon, você ainda cogita oferecer este alimento para o seu amigo, ainda há tempo de reconsiderar.

Além dos já mencionados riscos cardíacos e de obesidade, o consumo do bacon pode desencadear uma série de outros problemas de saúde.

De acordo com a comunidade veterinária, a ingestão regular ou esporádica de bacon pode causar doenças pulmonares crônicas e aumentar o risco do surgimento de câncer de intestino nos cães.

Além disso, o alto teor de gordura desta carne pode gerar quadros graves de pancreatite.

Quer saber mais sobre cuidados com os cachorros? Veja no blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário