Gato bengal: características, curiosidades e como cuidar desse felino exótico

Compartilhar:


gato bengal

O gato bengal, ou gato-de-bengala, é um animal exótico e híbrido. O felino é resultado do cruzamento entre um gato selvagem asiático e um doméstico e tem sua origem datada em 1963.

Considerado dócil, atencioso e muito inteligente, o bichinho é domesticável. No entanto, para isso, foram necessários outros cruzamentos ao longo dos anos.

Embora muitas pessoas se deixem levar por sua aparência selvagem, o gato bengal gosta de interagir com o tutor. Ele é perfeito para quer ter um animalzinho ativo e companheiro.

Quais são as características do gato bengal?

As características físicas do gato bengal são parecidas com as de um leopardo, devido ao cruzamento inicial.  Seu pelo costuma ser marrom, branco e laranja com manchas escuras por todo o corpo.

Já os pelos dos filhotes geralmente são ásperos, mas isso muda na vida adulta, quando ele ganha pelos macios e sedosos.

O gato bengal pode pesar entre 6 e 9 kg e o tamanho varia de 25 a 35 cm. 

Quais são os cuidados que o tutor deve ter com esse animal exótico?

O gato-de-bengala, por ser resultado de um cruzamento, tem mais ter problemas de saúde, como a displasia coxofemoral que pode gerar dificuldades de locomoção.

Por isso, para garantir a vida saudável desse animal exótico, é importante não deixar de vacinar o gato bengal e levá-lo ao veterinário com frequência.

Abaixo, veja curiosidades sobre o gato-de-bengala:

  • Bastante ativo e atlético, o gato bengal precisa de espaço para brincar, correr e escalar.  
  • O animal possui um instinto predador e adora trazer presentes ao seu tutor.
  • A aparência selvagem do gatinho engana muitas pessoas, visto que ele é considerado dócil e companheiro.
  • As fêmeas são menos sociáveis que os machos, mas é possível domar esse comportamento com muito amor e carinho.
  • O gato bengal tem alta expectativa de vida e pode viver de 10 a 16 anos. O animal, no entanto, precisa de cuidados especiais.

Em resumo, o gato bengal é de uma raça atlética, amável e companheira, mas é necessário dedicar muito tempo e dar bastante amor ao felino.

O bichinho exige cuidados especiais, já que precisa de espaço para se manter ativo, além de muitas idas ao veterinário para garantir uma vida saudável.

Também é preciso ter paciência com o animal exótico, uma vez que ele costuma ser bem agitado e gosta de interação com humanos e de uma boa bagunça.

Gostou desse artigo? Você também pode se interessar pelos temas abaixo:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário