Tipos de carrapato de cachorro: conheça os principais

Por Cobasi

Compartilhar:
tipos de carrapato

Os carrapatos são um dos principais parasitas que geram doenças nos pets. Conhecer os tipos de carrapato é muito importante para conseguir distinguir quando é uma ameaça perigosa ou apenas um incômodo.

Continue a leitura e saiba mais sobre esses parasitas.

O que são carrapatos?

Os carrapatos são pequenos aracnídeos que agem como ectoparasitas hematófagos, ou seja, se alimentam do sangue de animais vivos. Assim como as pulgas, eles causam muito incômodo e também transmitem inúmeras doenças. São cerca de 800 tipos de carrapatos, que causam diferentes doenças e podem acometer cães, cavalos e, é claro, humanos.

Tipos de carrapato de cachorro

Nem todos os 800 parasitas são encontrados nos cães, por isso, vamos listar os tipos de carrapatos perigosos, como descobrir qual é cada um deles e o que fazer.

Ixodidae e Argasidae são as famílias mais comuns desse pequeno, mas perigoso aracnídeo. Aqueles que pertencem à família Argasidae são chamados de carrapatos moles porque não possuem exoesqueleto rígido. Uma das quase 200 espécies se chama Otobius megnini, ou simplesmente carrapato de orelha,e se aloja nas orelhas e patas dos cães, sendo bastante comuns.

Já a Ixodidae possui cerca de 600 espécies e as espécies possuem exoesqueleto rígido, sendo conhecidos como carrapatos duros. Eles são os mais comuns nos cães e podem transmitir diversas doenças. Conheça os principais gêneros:

  • Amblyomma
  • Dermacentor
  • Haemaphysalis
  • Hyalomma
  • Ixodes
  • Rhipicehpahlus

Para facilitar a identificação separamos os tipos de carrapatos com imagens. Confira!

Carrapato-estrela

Amblyomma sculptum é o nome científico do carrapato-estrela. Ele é bastante conhecido, pois também acomete equinos e bovinos, além de transmitir a perigosa febre maculosa aos humanos. Grandes, esses tipos de carrapatos podem chegar ao tamanho de um grão de feijão e possuem a cor amarronzada.

Eles são comuns em áreas com vegetação e pastos e sua reprodução acontece entre os meses de maio e julho, época em que devemos redobrar os cuidados com os pets.

Carrapato-vermelho-do-cão

Outra espécie muito comum é o carrapato-vermelho-do-cão, ou Rhipicephalus sanguineus. Como seu próprio nome diz, eles possuem a coloração avermelhada. Menores que o carrapato-estrela, eles possuem muita facilidade na reprodução em áreas urbanas sem vegetação. Por isso, representam a infestação mais difícil de eliminar, pois podem se esconder em frestas de portas, no piso e em outros lugares da casa.

As duas espécies podem carregar diversas doenças. Entre as principais, estão:

  • Babesiose canina
  • Erliquiose canina
  • Doença de Lyme
  • Anaplasmose
  • Tularemia

Além delas, os carrapatos se alimentam do sangue dos animais e podem causar anemia e até chegar à medula causando paralisia.

Agora que você já conhece os dois principais tipos de carrapato de cachorro e a gravidade das doenças transmitidas, separamos algumas dicas importantes para mantê-los sempre longe do seu pet.

Proteja o seu pet de todos os tipos de carrapatos

Utilize antipulgas e anticarrapatos sempre. Cada marca possui um tempo de atuação, por isso preste atenção na embalagem e escolha o produto que mais combina com o seu estilo de vida. Entre as opções mais comuns, estão: coleiras, pipetas e comprimidos.

Higienize o ambiente

Além de manter o pet livre de parasitas, mantenha o ambiente sempre limpo, de preferência com desinfetantes de uso veterinário. Caso você encontre um carrapato no seu cachorro, redobre a atenção.

Carinho do bem

Após passeios em áreas com grama, aproveite o momento do carinho para realizar uma vistoria no animal. Inspecione os locais mais quentes, como barriga, axilas e virilha. Olhe com cuidado para as orelhas e entre os dedos das patas.

Confira outros posts sobre doença do carrapatos e métodos de prevenção:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário