Aves ornamentais: o que são e como criar

Compartilhar:


A capacidade de se encantar diante da beleza dos animais indica uma conexão para lá de saudável entre o ser humano e a natureza. E, historicamente, as chamadas aves ornamentais têm feito o papel de um dos principais motivadores dessa ligação.

Apesar da letra fria da medicina veterinária categorizar como ornamentais todas as aves sem destinação para abate, o senso comum popularizou o termo para se referir àqueles animais que podem ser criados quase que exclusivamente para finalidades estéticas.

São animais comumente utilizados para embelezar locais como hotéis fazendas, viveiros públicos e parques, tais como os populares pavões, gansos, cisnes e faisões.

Saiba como criar as aves ornamentais

Desde que possua o espaço adequado e prove possuir os recursos necessários para oferecer o bem-estar para o animal, todo cidadão brasileiro pode ter sua própria criação de aves ornamentais.

Para isso, é preciso realizar um cadastro junto ao Ibama. Este registro pode ser realizado de maneira online, no site do Instituto, e leva um prazo máximo de 120 dias para ser completado.

É impossível, porém, se mencionar a necessidade de se possuir o espaço adequado para a criação de uma ave ornamental sem citar as especificidades exigidas pelas diferentes espécies que podem ser encaixadas nessa categoria.

Para criar animais como o ganso e o cisne, por exemplo, é necessário possuir um lago no qual eles possam nadar e se refrescar. Possuir um abrigo onde possam se abrigar de condições climáticas como a chuva ou um sol intenso também é indispensável.

Já no caso dos pavões, talvez os principais representantes das aves ornamentais, o ideal é oferecer a eles um espaço em que possam ser expostos diretamente ao sol durante longos períodos ao longo do dia. Isso porque, originárias de países como a Índia, a Malásia e o Congo, essas aves se adaptam melhor ao clima quente.

É importante também que os pavões possuam um viveiro com espaço amplo e área de descanso que apresentem um cuidado especial com a hidratação e a alimentação.

Curiosidades de cisnes e pavões

Duas das aves ornamentais preferidas da cultura brasileira, os cines e os pavões possuem características peculiares, tanto nos aspectos físicos quanto nos comportamentais.

Apesar de figurarem no imaginário popular majoritariamente em sua coloração branca, natural da Europa, os cines também são encontrados em abundância na cor preta. Essa característica é originária de sua variação australiana.

Sejam eles brancos ou pretos, no entanto, os cines não raramente apresentam comportamento arredio e pouco dócil, sobretudo em situações em que eles se sentem ameaçados. Caso encontre essa ave ornamental no seu passeio, portanto, aqui vai um conselho: apenas o admire e evite aproximações!

Já os pavões têm por característica física mais marcante a exuberância de sua cauda de até 2,5m de comprimento quando empinada. Ainda mais impressionante é o fato de, nesta cauda, se distribuírem espécies de enfeites delicados que nos remetem a olhos e lantejoulas.

Diferente dos cisnes, essas aves ornamentais são extremamente dóceis. Bão raramente sendo vistas caminhando amigavelmente em meio aos humanos nas planícies verdes de parques e fazendas.

Quer saber mais sobre aves? Veja nos posts do blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Aucelio Coutinho disse:

    Gosto das aves, sou pequeno criador de aves caipira e ornamentais preciso sempre conhecer mais sobre as espécies.

Deixe o seu comentário