Giardíase canina: o que é, meios de contágio e tratamento

Compartilhar:


giardiase: cachorro fazendo exame

A giardíase canina é uma doença que aflige bastante os tutores de cachorros, e algo curioso é que a patologia pode ser transmitida também para várias outras espécies de animais. Este problema ainda tem um outro agravante, o fato de ser uma zoonose, ou seja, doença transmissível para os humanos.

O combate à proliferação do protozoário acontece através do compartilhamento de informação. Por isso, é fundamental que um dono de pet saiba o que é giardíase, meios de contágio, tratamentos para a enfermidade e como você consegue evitar a doença.

Giardíase canina: doença intestinal comum nos cães

Em primeiro lugar, saiba que esta doença, também conhecida como giárdia canina, é causada pelo Giardia lamblia, hospedeiro da giardíase. Este parasita se aloca no trato intestinal do animal e causa uma infecção, gerando distúrbios digestivos e outros desconfortos no bichinho.

Mas afinal, como saber se o pet está com giardíase canina? A presença do protozoário é identificada através da coleta dos dejetos para um exame de fezes feito por um médico veterinário. Às vezes é necessário realizar mais de um teste, pois nem sempre o primeiro detecta o protozoário.

Se ele estiver infectado, a transmissão pode ter ocorrido de duas formas: através do contato com excreção de animais infectados ou indiretamente, pela água ou comida contaminados.

Sendo assim, ao frequentar parques para cachorros, dê preferência para espaços secos e ensolarados e prefira levar um bebedouro portátil para o seu pet e água fresca. Assim você tem controle sobre o líquido que ele está bebendo para se hidratar.

A giardíase canina tem cura?

O lado bom da história é que a doença não é tão grave quanto outras, como leishmaniose, raiva e hepatite B. Isto é, ela tem cura e o tratamento é eficaz para ajudar nos sintomas e recuperação do bichinho.

E para um final feliz, não se esqueça que a presença de um médico veterinário é crucial do começo ao fim do tratamento para acompanhar a evolução do quadro. É ele o responsável por indicar a medicação correta e os cuidados necessários.

Quais os sintomas da giárdia em cães?

tutor recolhendo fezes com giardíase

Agora, falando sobre giárdia canina sintomas, um dos primeiros é a alteração das fezes. Isto porque elas ganham um aspecto esverdeado, se tornam pastosas e apresentam um odor desagradável.

Além disso, a giardíase em cães traz outros problemas, como vômitos e gases, levando a perda de peso e falta de hidratação. Esta falta de nutrientes e água no corpo pode piorar drasticamente a saúde do bichinho se não for tratado a tempo.

Os cachorros assintomáticos também transmitem perigo, isso porque espalham cistos através das fezes que estão contaminadas. Por isso é tão importante sempre recolher as necessidades dele com um cata caca quando estiver passeando ou em cachorródromos.

Quanto tempo demora para curar giárdia canina?

O tratamento da giardíase é feito à base de antibióticos para cachorros e outros remédios que ajudam na melhora do quadro. E o tempo de recuperação varia de acordo com o estágio da enfermidade, mas vai de uma a duas semanas de acordo com o progresso. Por fim, é necessário fazer a remoção completa do parasita para afirmar que o cão está livre da doença.

Como agir durante o tratamento de giárdia em cães?

Por ser uma doença transmissível para humanos, é importante redobrar sua atenção para a limpeza dos ambientes. O pet deve tomar mais banhos que o normal e ser limpo sempre que defecar. Dessa forma você evita que os cistos do protozoário se espalhem pela sua casa.

O ideal é evitar que o animal tenha o ambiente livre até sarar, impedindo que ele suba no sofá, cama e fique em contato com outros pets da casa. Outro ponto de cuidado é a sua própria higienização. Afinal, dificilmente você estará diretamente em contato com as fezes no animal, mas basta um descuido de não lavar a mão e levá-la a boca para a transmissão acontecer.

Melhor prevenção contra giardíase em cães

A vacina contra a giárdia é a maior segurança que os donos de pet têm. Ela não é considerada obrigatória, porém, para os animais que vivem saindo na rua e frequentam creches e praças, a vacinação atua como barreira protetora.

Além de atuar contra a doença, a vacina diminui a eliminação de cistos nas fezes de cães infectados, o que impacta diretamente na proliferação do protozoário. Outro meio de prevenção são os vermífugos, mas ainda assim, o ideal é combinar ambos para evitar problemas maiores com a saúde do seu amigo.

Por fim, vale lembrar que este parasita está solto no ambiente, ou seja, sobrevive até mesmo fora de um hospedeiro. Sendo assim, não é difícil acabar em contato com um local contaminado. É por isso que ao frequentar a rua com o animal, esteja em estado de atenção ao ver fezes pela calçada, por exemplo.

Como eliminar giárdia do ambiente

E por último, vale algumas dicas de como manter o local do seu amigo higienizado. A primeira recomendação é sempre limpar o espaço das necessidades com amônia quaternária, um produto de limpeza que é pet friendly e elimina possíveis parasitas e bactérias do ambiente, como a giárdia.

Nos passeios, recolha as fezes do bichinho com um cata-caca, e se ele frequentar day care ou ficar em hotelzinho para cães, certifique-se que todos os animais do recinto estão protegidos, vacinados e vermifugados. Aliás, é dever dos lugares exigir uma carteirinha de vacinação completa. O ideal é que você visite o local para checar as condições de limpeza e higienização.

Para se proteger, sempre que voltar de um passeio ou na hora de recolher os dejetos do cachorro. Se puder levar álcool em gel para utilizar após limpar os dejetos, melhor ainda para sua higiene.

Vamos colocar a saúde do seu companheiro em primeiro lugar, independente da situação. Então se perceber qualquer alteração no cocô dele ou no comportamento, consulte rapidamente um veterinário para garantir que está tudo bem com ele.

Quer ler mais sobre saúde canina e bem-estar animal no blog da Cobasi? Olha só os conteúdos que selecionamos para a sua próxima leitura:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário