Dia Mundial do Gato: conheça 5 curiosidades sobre o felino que tanto amamos

Compartilhar:


dia-mundial-do-gato

Sabia que o gato tem um dia para chamar só de seu? Sim, existe o Dia Mundial do Gato, mas esta não é a única data exclusiva aos felinos. Para celebrar o dia, listamos cinco curiosidades sobre os gatos para você conhecê-los um pouco melhor. Continue a leitura e venha descobrir mais sobre esses animais de estimação que amamos!

Quando ocorre o Dia Mundial do Gato?

O Dia Mundial do Gato é anualmente comemorado no dia 17 de fevereiro. Esta data foi idealizada através de uma instituição italiana, na busca de promover uma campanha no combate aos maus tratos contra os gatos. A ideia deu tão certa que, a partir disso, diversas ONG’s e instituições de apoio aos animais “celebram” a data estimulando a adoção de gatos abandonados no mundo todo.

Mas não é somente o Dia Mundial do Gato que se reserva uma data especialmente para o felino. Pelo contrário, existem outros dias no calendário voltados aos gatos.

Como o dia 08 de agosto, Dia Internacional do Gato, que visa conscientizar os tutores sobre como cuidar de seus felinos. A data foi criada pelo Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (International Fund For Animal Welfare), em 2002. 

Existe, ainda, o curioso Dia de Abraçar seu Gato, em 04 de abril. No Brasil, não há uma data nacional para este animal de estimação, o que não apaga o fato do brasileiro amar os felinos.

De acordo com a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018, há 23,9 milhões de gatos no país

dia-mundial-do-gato

5 curiosidades sobre os gatos

Como será a visão dos gatos? E como entender a comunicação deles? São algumas das curiosidades que vamos explicar a seguir. 

Não enxergam apenas preto e branco

Na verdade, os gatos enxergam cores, sim. A diferença é que não conseguem ter a mesma visão que a de uma pessoa. Enquanto um humano tem três tipos de pigmentos na retina, o que o torna capaz de captar o azul, o vermelho e o verde (juntos formam outras cores), os gatos têm apenas dois pigmentos, limitando o espectro de cores que podem ver.

Não sentem o gosto doce

Isso mesmo, os felinos não sentem o doce. Aliás, os gatos são carnívoros, o gosto salgado os agradam bastante.

Vale explicar que o paladar deles não é tão aperfeiçoado, embora eles sintam gostos, o olfato se torna o principal sentido na hora que vão escolher um alimento.

O olfato deles é bastante apurado, sendo 14 vezes maior que o de um humano. Por isso, conseguem sentir quando uma comida está azeda ou amarga. 

Ronronar tem mais de um significado

O famoso som de ronronar emitido pelos gatos nem sempre tem uma razão clara do que representa. Porém, o ronron demonstra que o felino está confortável ao estar na presença do tutor. O som serve para chamar a atenção e alegar que possa estar com fome, satisfeito, pedidos por carinho ou para se afastar de alguma coisa que seja perigosa. 

Odeiam água? Não é bem assim

Já escutou que todo gato não gosta de água? Pois é, mas isso depende de como o felino será acostumado em sua rotina. Inclusive, há raças que adoram se molhar, como o Maine Coon e o Angorá Turco, chegando a se jogarem embaixo de torneiras na ausência de água. Então, não é uma regra estabelecida que os gatos são contrários à água, isso é relativo. 

São traiçoeiros?

É comum chamarmos os gatos de traiçoeiros e ariscos, como características negativas. Na prática, o modo que ele demonstra carinho é peculiar e isto não representa que ele seria traiçoeiro. Por exemplo, ele pode lamber o tutor e, depois, dar uma leve mordida. Em vez de ser um ato de agressão, é a forma que ele encontra para manifestar o seu afeto. 

Nem sempre é o Dia Mundial do Gato, mas vale conhecer um pouco mais sobre o comportamento dos felinos. Acesse o nosso blog e saiba outras dicas:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário