Vira-lata: saiba tudo sobre o famoso SRD

4 de setembro de 2020

Adoção de Animais, Cachorros
tutora e seu vira-lata

O vira-lata se tornou paixão nacional. Esses cachorros sem raça definida conquistam com sua alegria, personalidade e inteligência cada dia mais brasileiros. A verdade é que o fato de não terem Pedigree, parece não fazer mais diferença para os tutores. Já que os chamados SRD, ou Sem Raça Definida, estão cada vez mais presentes nos lares brasileiros.

Exatamente por ser uma grande mistura de raças, o vira-lata é um pet único!

Qual a origem do vira-lata

A origem dos cachorros SRD é desconhecida, já que esses cães nasceram do cruzamento de raças e a evolução dos cachorros tem mais de 14 mil anos. Porém, você sabia que existe mais de um tipo de vira-lata? Existem aqueles que surgem da junção de duas raças, os que apresentam uma ou outra característica de Pedigree específica e outros que são uma grande mistura!

Em alguns países, os vira-latas são objeto de desejo e possuem até clubes exclusivos! Isso mesmo! Nos Estados Unidos, por exemplo, a mistura de raças de cachorro é comum e tem uma fila de fãs! Além de animais únicos e lindos, essa mistura resulta em nomes muito divertidos. Fizemos uma lista para você conhecer algumas delas:

  • Labradoodle (labrador + poodle)
  • Malshi (maltês + shih-tzu)
  • Pomchi (lulu da pomerânia + chihuahua)
  • Chowsky (chow-chow com husky)
  • Pitsky (pitbull + husky)

Por algum tempo, os cães sem Pedigree estiveram excluídos da sociedade e o termo era usado de forma pejorativa. Expressões como “complexo de vira-lata” surgiram para reforçar o espaço marginal ocupado pelos SRDs. Mas isso é passado e hoje ter um vira-lata em casa está na moda e é visto uma forma de dar uma nova oportunidade para um animal abandonado.

Hoje, o jogo virou e o vira-lata caramelo é símbolo brasileiro de muito orgulho!

Razões para adotar um cachorro vira-lata

vira-lata branco

Além de lindos e únicos, os vira-latas possuem outra vantagem: podem ser adotados! É verdade que é necessário um investimento para ter um pet em casa. Gastos com veterinário, conforto, segurança, ração de qualidade, brinquedos e outros itens são fundamentais para o bem-estar do seu pet, mas o investimento é reduzido quando comparado a um animal comprado em um canil.

Espertos e muito apegados aos donos, os SRDs são conhecidos por sua lealdade. Ao adotar um filhote de vira-lata ou até mesmo um adulto sem raça definida, você dá um lar para um animal que precisa e ganha a companhia de um cão inteligente e com saúde de ferro.

Saiba o que fazer antes de adotar um cachorro e encontre seu melhor amigo na Cobasi!

Cachorros SRD: suas características e curiosidades

cachorros vira-latas juntos

Por ser uma mistura de raças, o vira-lata não tem características definidas a não ser sua esperteza. Existem cachorros SRD de todas as cores e tamanhos, com orelhas eretas, caídas, focinho alongado, mescla de cores, marquinhas de nascença, pelagem longa ou curta… diversidade é o que não falta nesses pets!

Mesmo com o seu comportamento indefinido, o adestramento positivo pode ajudar a educar o seu cão e moldar seu comportamento para adequá-lo a sua rotina. Além de educar o pet, adaptar a rotina também melhora o relacionamento entre tutores e cães, sejam eles de raça ou SRDs. O pet é agitado? Inclua uma rotina de exercício no dia a dia e tenha um cachorro mais calmo e educado. Ele gosta de morder? Direcione as brincadeiras com mordidas para brinquedos e petisco. Confira mais dicas para adestrar seu cachorro.

E você sabia que o olfato e audição dos vira-latas que já moraram na rua são mais aguçados? Outra surpresa desses peludinhos.

Vira-latas ficam menos doentes do que cães de raça?

Normalmente sim! Isso porque os cães de raça carregam características genéticas da sua linhagem. Pelos longos, focinho achatado, porte pequeno, mas também algumas doenças que são agravadas com os cruzados principalmente de animais da mesma família.

Além de não ter essa carga genética pré-definida, o cachorro vira-lata ainda possui mais resistência conquistada nos seus dias de rua.

Mas, cães vira-latas não ficam doentes? Claro que ficam! Eles podem desenvolver todas as doenças como qualquer cão de raça. Por isso, é fundamental realizar o acompanhamento veterinário anual para adultos e semestral para cães idosos.

Quer mais dicas de como cuidar do seu vira-lata?

Como cuidar de um vira-lata?

vira-lata adulto

Hora de aprender sobre os cuidados com um vira-lata. 

Os cuidados com os cães vira-latas são muito parecidos com aqueles de raça. Eles necessitam de visitas periódicas ao veterinário para acompanhamento e vacinação anual. Além disso, a realização de vermifugação e aplicação de antipulgas é fundamental e deve ser feita recorrentemente. A castração é outro ponto importante, pois além de evitar ninhadas indesejadas e o abandono, ainda protege seu pet de diversas doenças. Isso vale para cães de raça e vira-latas.

Tire todas as suas dúvidas sobre castração.

Passeios diários também são cuidados importantes para uma vida saudável e feliz de qualquer cachorro. Ao sair na rua, seu pet pratica exercícios, sente cheiros, vê outros cães e pessoas e se distrai. Passeios são muito saudáveis desde que feitos com coleira, guia e placa de identificação.

Por fim, oferecer uma ração de qualidade é fundamental para seu SRD ter uma vida longa e saudável. Mas, qual ração dar para cachorro vira-latas? Escolha o alimento de acordo com a idade e o porte do seu pet. Caso ele tenha alguma necessidade nutricional específica, consulte um médico veterinário. O importante é sempre oferecer alimentos para cachorro de qualidade, como a ração Super Premium.

Conheça as vantagens dos alimentos Super Premium

Se você investir na qualidade de vida do seu pet, temos uma boa notícia: o seu vira-lata pode viver muito tempo ao seu lado. Então não se esqueça de manter o bichinho ativo, cuidar da sua saúde mental e enchê-lo de amor.

Curiosidades sobre o vira-lata

O vira-lata é um cachorro realmente interessante. Separamos algumas curiosidades para você se apaixonar ainda mais por este pet. Confira:

  • O nome vira-lata é 100% do Brasil! Lá fora, eles são conhecidos por “mixed breed” em inglês ou mistura de raças.
  • São cães resistentes por conta da seleção natural, por isso é difícil ficarem doentes.
  • Estão entre as melhores raças para quem tem criança em casa por serem dóceis e companheiros.
  • Mel e Bob são os nomes mais comuns de vira-latas. Quer ideias para batizar seu SRD? Temos mais de 1000 ideias criativas para ajudar você.
  • O termo “vira-lata” se originou com o hábito dos cães de rua mexerem no lixo em busca de alimentos.
  • Você pode fazer uma análise genética do seu pet se quiser descobrir sobre o cruzamento de raças.

Gostou? O vira-lata ganhou o coração brasileiro e com razão. Por isso, se estiver procurando um amigo de quatro patas, não se esqueça que existem muitos cães esperando por um lar. Eles são dóceis, leais, e com amor e carinho, vão te conquistar.

Saiba como adotar um cachorro na Cobasi.

Quer saber mais sobre cachorros? Separamos alguns posts que você vai adorar!