Prednisolona para cães e gatos: Saiba tudo sobre ele

Compartilhar:


cachorro sendo medicado

A Prednisolona é uma medicação para humanos que também pode ser administrada em cachorros e gatos, de acordo com a necessidade do pet. Venha com a gente e saiba para que serve, quando usá-la em tratamento e os efeitos colaterais. Acompanhe!

Prednisolona para cachorro: para que serve?

A Prednisolona é um medicamento anti-inflamatório para cachorros, gatos e humanos. Normalmente ele é usado no tratamento e combate de alergias, dermatites, artroplastias, infecções e inflamações de diversas naturezas, sendo administrado via oral, injeção intramuscular ou em forma de colírio.

Esse tipo de medicação faz parte do grupo de esteroidais, que tem como principal característica ser metabolizado no fígado dos animais. Justamente por isso, o seu uso não é indicado para pets que possuem problemas no fígado.

Prednisolona é indicado para qual tratamento?

Os remédios que têm a Prednisolona como princípio ativo são indicados para o tratamento das mais diversas doenças inflamatórias, infecciosas e para ajudar em processos pós-operatórios. Ele age também contra as doenças autoimunes, endócrinas, musculares, reumáticas, dermatológicas, hematológicas e oftálmicas.

É importante lembrar que não é recomendado dar Prednisolona para cachorro ou gato sem antes consultar um médico veterinário. Só um profissional especializado tem a capacidade de avaliar o estado de saúde do pet e prescrever o medicamento e a posologia adequada.

Prednisolona para cachorros e gatos: Qual é a dosagem?

cachorro tomando medicamento

A dosagem correta de Prednisolona para cachorros e gatos é definida pelo médico-veterinário, sempre levando em conta o peso do animal e a enfermidade. Por isso, para fazer o uso correto dessa e de qualquer outra medicação, o mais indicado é consultar um profissional especializado. 

De uma maneira geral, o tratamento com Prednisolona é realizado com 1 ou 2 mg em forma de comprimidos a cada 12 ou 24h. De acordo com a doença, o período de tratamento pode variar de 3 a 5 dias.

Em casos em que a enfermidade é mais severa e necessidade de tratamentos mais longos, a medicação costuma ser oferecida a cada 24 horas, sempre após as refeições. Mas não se esqueça, qualquer tratamento deve ser realizado somente após uma consulta e com as indicações de um médico-veterinário.

Quais os efeitos colaterais da prednisolona?

Entre os principais efeitos colaterais do uso da Prednisolona estão: doenças oculares, respiração ofegante, cansaço, aumento da urina e da ingestão de água e comida, problemas hepáticos e irritação no sistema digestivo.

Por conter corticoides em sua fórmula, a Prednisolona não é indicada para cachorros e gatos que tenham problemas oculares como úlceras na córnea ou tendência à catarata e glaucoma. Nessa lista estão incluídos pets com diabetes, doença de cushing, insuficiências renais e cardíacas, pois o remédio acaba agravando os sintomas dessas enfermidades.

Agora que você já conhece para que serve a Prednisolona, para quais doenças ela é indicada e os efeitos colaterais, nada de oferecê-la para o seu cão ou gato sem consultar um veterinário.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Mari disse:

    Minha gata fez cirurgia.estsva bem apenas com dificuldade para se alimentar Adora que fez a cirurgia do dente e da hérnia da barriga e castrou viajou .Pediu para eu levar lá em outra dra fez tratamento por 7di com própolis e medicamento oral .após foi iniciado tratamento com injeção de corticoide .Notei que saltou 1dos olhos Na terceira dose ela piorou

Deixe o seu comentário